Wellington Fagundes cresce, Taques cai nas pesquisas e Mauro Mendes lidera

18/09/2018 – O senador Wellington Fagundes (PR) foi o candidato a governador de Mato Grosso que mais cresceu nas intenções de voto captadas pelo instituto Mark. De acordo com o levantamento, o republicano já passa Pedro Taques (PSDB) e, se a eleição fosse hoje, estaria no segundo turno contra Mauro Mendes (DEM), que lidera isolado a corrida eleitoral.

Na categoria estimulada, levantamento em que o nome do candidato é apresentado ao eleitor, Mauro Mendes totaliza 36,8% das intenções de voto. Em segundo, Wellington Fagundes soma 24,2% e Pedro Taques 18,2%. Arthur Nogeira (Rede) tem 0,6% das intenções de voto e Moisés Franz (Psol) 0,3%. Os eleitores que declararam a intenção de votar nulo são 7,8% e os que não souberam ou preferiram não opinar são 12,1%.

No último levantamento*, publicado na semana passada, Mauro Mendes tinha 34,7%, Taques 21,8% e WF 20,3%, o que demonstra que Fagundes foi o que mais cresceu e Taques foi o único dos três maiores candidatos que apresentou queda.

Espontânea

No modelo de entrevistas espontâneo, em que o nome dos candidatos não é apresentado ao eleitor, Mauro Mendes mantém liderança, mas com 15,1%. Também em segundo, Wellington Fagundes tem 6,7% e Pedro Taques, em terceiro, 5,6%. Arthur Nogueira aparece com 0,2% e Moisés Franz não pontua. Os eleitores que declararam a intenção de votar em branco ou nulo são 17,9% e os que não souberam ou não quiseram responder são 54,4%.

A pesquisa Mark de intenção de votos ouviu 1064 mato-grossenses entre 14 e 17 de setembro, sob metodologia quantitativa e técnica survey de opinião. A pesquisa está registrada na justiça eleitoral sob protocolo MT-00576/2018. A margem de erro é 2,5 pontos percentuais para mais ou para menos. Os resultados das tabelas foram arredondados pelo programa para totalizarem 100%.

*A pesquisa Mark anterior, citada em comparativo com a atual, foi registrada na justiça eleitoral sob protocolo MT-01860/2018 e tem as mesmas especificações da publicada hoje

 

Fonte pesquisa Mark /Foto; Rogério Florentino Pereira/ OD

premium

Ler Anterior

Ações questionam decisões da Justiça do Trabalho que não aplicam TR em correções

Leia em seguida

Kelly Key nega ter feito lipo no braço: “Foi força de vontade”

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *