• 4 de março de 2021

TJMT oferece atendimento imediato em casos batida

27/01/2015 – Nem sempre as pessoas sabem como agir diante de um acidente de trânsito. Além da falta de informação, o nervosismo dificulta na tomada de decisões. Para ajudar as partes envolvidas a solucionarem o conflito de forma mais rápida e segura, o Tribunal de Justiça de Mato Grosso oferece à população o Serviço de Atendimento Imediato, o SAI.

Vinculado aos Juizados Especiais, o SAI tem como finalidade atender casos de acidentes de trânsito sem vítimas. O serviço atende aos municípios de Cuiabá e Várzea Grande e funciona da seguinte forma: Após ser acionada, a viatura do SAI – contendo notebook, impressora, mesas e cadeiras – vai até o local do acidente, onde procura intermediar o acordo entre as partes envolvidas por meio de técnicas de conciliação.

Quando as partes chegam a um consenso, o acordo é encaminhado ao Juizado Especial para homologação, proporcionando um Título Executivo Judicial. O título poderá ser utilizado caso uma das partes não cumpra o combinado. Já quando não é possível alcançar o acordo e sendo notório o prejuízo causado a uma das partes, estas já saem devidamente intimadas a comparecer na data e horário constantes da intimação para audiência de instrução e julgamento, que será realizada por um juiz, no Juizado Especial mais próximo ao local do acidente.

É importante salientar que o SAI não presta atendimento nos casos em que houver vítimas (lesão corporal ou morte) ou veículos oficiais e de órgãos públicos, porque nesses casos a competência é da Polícia Civil.

Segundo explica a juíza coordenadora do Serviço de Atendimento Imediato, Ana Cristina Silva Mendes, aproximadamente 60% das colisões sem vítimas registradas pelo serviço culminaram em acordos, em 2014. “Em geral, a presença do conciliador acalma e orienta os envolvidos, fazendo com que o problema se resolva de forma pacifica e rápida. Além disso, um acordo realizado pelo SAI significa uma demanda a menos para o Judiciário”, afirma a magistrada.

A juíza explica ainda que as colisões acontecem especialmente nos horário de pico. “De manhã, acorre entre as 7h e 8h, à tarde, entre meio-dia e 14h, e à noite, entre as 18h e 19h. Em Cuiabá, as avenidas Historiador Rubens de Mendonça, Fernando Corrêa e São Sebastião foram as que tiveram mais atendimento em razão das obras de mobilidade urbana”, diz Ana Cristina.

No ano passado o SAI realizou 1.743 atendimentos imediatos. Desse total, 998 ocorrências resultaram em acordos, o que representou 57,26% dos atendimentos. Já as ocorrências sem acordos, as desistências e os impedimentos somaram 745 registros. No ano de 2013, no balanço total foram registradas 1.796 ocorrências com 1.020 acordos.

Serviço – Para acionar o SAI é preciso ter em mãos o nome completo dos envolvidos, o endereço de onde ocorreu a batida, número de telefone das partes e as marcas, placas e cores dos carros. O serviço funciona de segunda à sexta-feira, das 6h às 22h, nos telefones (65) 9982-8282 e (65) 9982-8383.

Ocorrências do SAI em 2014

Acordos
998
57,26%
Sem acordos
580
33,28%
Desistências
151
8,66%
Impedimentos
14
0,80%
TOTAL
1743
100%

Coordenadoria de Comunicação do TJMT

premium

Ler Anterior

Projeto de lei sobre arbitragem avança e muda contratos de trabalho e de consumo

Leia em seguida

Comentário de juiz sobre mérito anula sentença de pronúncia criminal

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *