> Tabeliães de protesto falam sobre expectativa do mutirão fiscal

A diretoria do Instituto de Estudos de Protesto de Títulos do Brasil Seção Mato Grosso (IEPTB-MT) esteve reunida no último sábado (27 de junho), na Associação dos Notários e Registradores do Estado de Mato Grosso (Anoreg-MT), para definir os últimos ajustes para a participação no “1º Mutirão Fiscal 2015” que ocorrerá de 13 a 24 de julho, na Arena Pantanal, em Cuiabá.

 

Estiveram presentes a presidente Velenice Dias de Almeida e Lima; o vice-presidente, Marcelo Farias Machado; a secretária-geral, Niuara Ribeiro Roberto Borges; o titular do 2º Ofício de Lucas do Rio Verde, Paulo Henrique Felipetto Malta, que é um dos fundadores do IEPTB; a  gestora do CRA-MT, Tânia Pelissari; e a presidente da Anoreg-MT, Maria Aparecida Bianchin Pacheco.

 

O IEPTB-MT e a Anoreg-MT serão parceiros do evento representando os 76 cartórios de protesto do Estado e, durante o encontro, os tabeliães destacaram que o evento será importante para os cidadãos. “Nunca os cartórios tiveram a oportunidade de participar de um evento como esse. Estaremos reunidos todos os dias do mutirão e nossa expectativa é cancelar o maior número de protestos possível, pois isso é bom para a sociedade. Toda pessoa que possui um título protestado pode comparecer ao nosso stand na Arena Pantanal para regularizar seu nome”, informou Velenice Lima.

 

Niuara Borges salientou que “será uma oportunidade única para os cidadãos poderem regularizar suas situações e a expectativa do Estado de Mato Grosso, do Município de Cuiabá e do IEPTB-MT é a de que haja um número grande de dívidas liquidadas. Cada pessoa poderá parcelar a débito que possui e se dirigir ao stand do IEPTB solicitar o cancelamento do protesto. Tudo poderá ser feito de forma rápida e simplificada”.

 

Marcelo Machado, Tânia Pelissari e Paulo Malta frisaram que os “tabeliães nunca foram ao encontro dos usuários dessa forma. Será uma parceria entre Estado, Município, Procuradoria-Geral do Estado e IEPTB-MT para proporcionar às pessoas condições de parcelarem seus débitos e cancelarem a negativação do nome. Os cartórios estarão prontos para auxiliar cada um que comparecer no mutirão. O pagamento dos emolumentos poderá ser feito em dinheiro, cartão de débito ou boleto”, anteciparam.

 

A presidente da Anoreg-MT, Maria Aparecida Pacheco, disse que a “participação da Associação e do Instituto no mutirão será de grande valia porque também será uma oportunidade de orientarem a sociedade acerca do protesto. Vejo como positiva nossa presença e queremos atender todos os usuários de forma eficiente. Queremos levar soluções e também colher sugestões para melhoramos nossos serviços”, finalizou. Assessoria de Imprensa IEPTB-MT

premium

Ler Anterior

01/07/2015 – Mais de 10 mil protestos poderão ser cancelados durante Mutirão Fiscal Unificado

Leia em seguida

> Vice-presidente do TJ quer capacitar novos agentes

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *