Sintap aciona Estado contra atrasos salariais

11/10/2017 – Em face dos constantes atrasos salariais feitos pelo Governo do Estado – mesmo após os servidores terem aceitado de forma impositiva pelo chefe do Executivo, Pedro Taques, em receber no dia 10 de cada mês ao invés de no último dia útil – a direção do Sindicato dos Trabalhadores do Sistema Agrícola, Agrário, Pecuário e Florestal do Estado de Mato Grosso (Sintap), entra, na próxima semana, com AÇÃO DE OBRIGAÇÃO DE FAZER contra o Estado. A decisão foi tomada na manhã desta quarta-feira (11.10), data em que ainda não havia sido depositado o salário dos servidores do Intermat e do Indea que compõem sua base tendo apenas a promessa do governo de que pagaria ao longo do dia 11.

A medida se faz necessária, conforme os líderes sindicais, pelo fato de os servidores estarem, apesar de prejudicados com a mudança de data de pagamento, cumprindo o compromisso de trabalhar diariamente mesmo, muitas vezes, sem condições de trabalho para que o Estado não pare e têm ajudado Mato Grosso a arrecadar. Somente a volta da identificação da madeira feita desde julho pelo Indea já conseguir trazer aos cofres públicos mais de R$ 5,5 milhões enquanto o Intermat aguarda concurso para fortalecer seu efetivo de servidores para ajudar ainda reaver o ativo de R$ 500 bilhões em terras que o Estado possui, conforme palavras do próprio Taques. Então, é estranho que a crise esteja cada vez mais grave e que o servidor, que tem apenas seu salário para sobreviver, seja sempre o mais penalizado por conta da efetiva falta de gestão.

Os líderes lamentam que a única forma de combate seja a jurídica uma vez que a do diálogo quase nunca é feita pelo governador, que se limita a emitir notas que o salário não vai sair na data combinada somente na tarde do dia em que disse que faria os pagamentos deixando os servidores sem perspectivas de uma vida tranquila e de contas pagas.

Por Adriana Nascimento

premium

Ler Anterior

Relator pede que denúncia contra Temer seja rejeitada

Leia em seguida

Mato Grosso lança projeto de PPP em tempo recorde

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *