Servidores estão esperançosos com a nova gestão

04/02/2015 – Continuidade do trabalho e valorização dos servidores, esses são os maiores anseios dos servidores do Poder Judiciário mato-grossense para a nova gestão do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT). Em entrevista realizada pela Coordenadoria de Comunicação do TJMT, servidores de várias localidades do Estado disseram o que esperam para os próximos dois anos.

Gestor-geral da Comarca de Diamantino (208 km a médio-norte de Cuiabá), Edgar Calixto de Souza afirma que a expectativa para a nova gestão é muito boa. “Espero que a nova Presidência continue os trabalhos que já vinham sendo desenvolvidos pela antiga gestão. A valorização dos servidores e a estruturação do ambiente de trabalho são pontos que já vinham sendo trabalhados, mas que ainda precisam de bastante atenção. O desembargador Paulo da Cunha tem uma postura bastante serena e justa. Acredito que vai ser um bom presidente”, ressalta Edgar.

O gestor-geral lembrou ainda da importância de manter a oferta de capacitação aos servidores. “Os cursos de aperfeiçoamento e capacitações presenciais ou à distância são muito importantes para nós, servidores. Afinal, quanto mais qualificados formos, melhor será a prestação jurisdicional”, garante.

Érica Fernanda dos Anjos Moreira, assessora de gabinete da 3ª Vara da Comarca de Sorriso, conheceu o presidente eleito ainda na faculdade. “Ele foi meu professor de Direito Penal na universidade e sempre foi considerado uma pessoa transparente, íntegra e justa. Por isso, acredito que a gestão dele deva seguir esses predicados”, afirma.

Para ela, o aprimoramento dos servidores, em especial os do interior do Estado, e a realização de concurso público são alguns dos pontos que a nova diretoria deveria se ater durante os próximos dois anos.

Para Zenaide Silva Venâncio, gestora-geral da Comarca de São José do Rio Claro (distante 315 km da Capital), as perspectivas também são as melhores. “Gostei muito da gestão do Perri e acredito que o Paulo da Cunha vai seguir no mesmo caminho. Desejo que a nova diretoria continue com essa força e que acerte na escolha dos seus líderes”, assinala Zenaide.

A servidora sugere ainda que a nova gestão dê atenção para temas como o Sistema de Desenvolvimento de Carreiras e Remuneração dos Servidores do Poder Judiciário (SDCR), concurso público e infraestrutura das comarcas do interior.

Quem também está muito esperançoso é o servidor Celso Vitoriano, oficial de justiça e colaborador do Juizado Especial Itinerante (JEI). “Tenho muita esperança na nova gestão e espero que ela continue com o que já estava sendo feito. O servidor, por exemplo, foi bastante valorizado com o pagamento de passivos atrasados e outras ações. Nós somos as engrenagens do Judiciário e é importante que sejamos valorizados”, salienta Celso.

O oficial aproveita para fazer seus votos à nova gestão: “Desejo uma boa gestão à diretoria e quero que saibam que podem contar conosco nessa nova empreitada”.

Mariana Vianna-TJMT

premium

Ler Anterior

Comissão de Juizados Especiais pede redesignação de audiências agendadas com mais de seis meses em Várzea Grande

Leia em seguida

OAB/VG promoverá curso de oratória em fevereiro

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *