> Servidores do TRE participam de workshop sobre planejamento estratégico 2016-2021

Os servidores do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso participaram na manhã desta segunda-feira (25/04) de um workshop sobre o planejamento estratégico 2016/2021, ministrado pela empresa 3Gen Gestão Estratégica. A presidente do Tribunal, desembargadora Maria Helena Póvoas, abriu o evento falando da importância do planejamento estratégico para o futuro da instituição. Ela também aproveitou o encontro com os servidores para reafirmar seu compromisso com o modelo de gestão participativa recém implantado pelo Tribunal. “Esta administração está aberta às manifestações dos servidores, qualquer servidor, independente da função que exerça. Ninguém conhece melhor esta Casa do que vocês. Nós estamos aqui de passagem, mas o servidor de carreira pode contribuir muito mais, porque conhece profundamente a sua realidade”, disse a desembargadora.

A gestão participativa mencionada pela desembargadora Maria Helena é resultado da implantação da Rede Interna de Governança, instalada neste mês no TRE-MT. A Rede de Governança está prevista no planejamento estratégico da Justiça Eleitoral de Mato Grosso que, por sua vez, está alinhado aos planejamentos do Tribunal Superior Eleitoral, do Conselho Nacional de Justiça, aos acórdãos do Tribunal de Contas da União e, ainda, aos resultados de pesquisas com os públicos interno e externo. Ao atrelar a Rede Interna de Governança ao planejamento estratégico de longo prazo, o TRE-MT adota um modelo de gestão mais moderno, com claros objetivos e foco em resultados.

O consultor Fábio Fontanela Moreira, da 3Gen Gestão Estratégica, enalteceu o trabalho desenvolvido pela administração do TRE que, com o apoio da Assessoria de Planejamento, elaborou o Plano Estratégico 2016-2021. O mapa do planejamento prevê 12 objetivos estratégicos, que preveem melhorias em ações de combate à corrupção eleitoral, garantia do acesso à Justiça Eleitoral, celeridade processual e boa gestão dos recursos públicos, dentre outras.

A Assessora de Planejamento do Tribunal, Grace Gasparoto, destacou que a Justiça Eleitoral mato-grossense já tem bom desempenho em diversas ações previstas no planejamento estratégico 2016-2021, mas justamente por serem consideradas estratégicas para a instituição, elas precisam ser constantemente monitoradas, melhoradas e ampliadas. “O planejamento estratégico é uma excelente ferramenta de gestão, mas ele não tem vida própria. É preciso transformar em resultado para a sociedade os desafios que foram lançados nesta ferramenta. E para isso a instituição conta com o comprometimento de vocês”, disse Grace Gasparoto aos servidores do TRE-MT, ao encerrar o workshop.

premium

Ler Anterior

26/04/2016- OAB-MT e AMAM firmam compromisso para criar comissão interinstitucional

Leia em seguida

> Instituto de Protesto comemora resultado da PGFN em protesto de certidões de dívida ativa

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *