Recuperandas de Nortelândia participam de curso de artesão em pintura em tecidos

28/08/2016 – A Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), promoveu um curso profissionalizante de Artesão em Pintura em Tecidos destinado às recuperandas da Cadeia Pública Feminina de Nortelândia (207 km de Cuiabá). As aulas tiveram 160 horas de duração e beneficiaram 23 cidadãs privadas de liberdade.

A iniciativa teve apoio do Senac de Tangará da Serra, e a capacitação foi ministrada pela instrutora e artesã Maria do Carmo. “O objetivo foi, mais uma vez, promover a reintegração das recuperandas à sociedade por meio do trabalho. O curso proporcionou uma nova oportunidade para essas mulheres reclusas, e com essa qualificação profissional elas poderão ter um novo horizonte quando retornarem para a sociedade”, explica a diretora da unidade, Adriana Silva Duarte Quinteiro.

Durante a realização do curso as recuperandas demonstraram grande interesse em obter a qualificação profissional, e quando estiverem em liberdade, estarão capacitadas para exercer uma profissão que gera renda extra a sua família.

“O curso de Artesã em Pintura em Tecidos não se limita apenas em ensinar a fazer arte, o serviço é completo, também passou por um processo sobre técnicas de venda e como montar o próprio negócio. Cada uma das recuperandas receberá certificado e estará qualificada para ingressar no mercado de trabalho como profissional na área do artesanato”, conclui Adriana Quinteiro.

Redação JA

 

premium

Ler Anterior

Luverdense goleia Bragantino e sobe três posições

Leia em seguida

Cepesca regulamenta o uso do anzol de galho nos rios de Mato Grosso

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *