Projeto de lei quer que placas Mercosul tragam o nome da cidade e estado do veículo

” alt=”” aria-hidden=”true” />Diversas foram as reclamações dos motoristas após a adoção do novo sistema de placas de identificação veiculares no Brasil, trazidas pela resolução 780/2019 do Contran. Além de novos preços, mais altos, falta de lacre e até a qualidade da impressão da placa, os motoristas reclamaram que o novo modelo deixou de exibir a cidade e estado do veículo

Por isso, o José Airton Félix Cirilo (PT/CE) apresentou o projeto de lei 279/2021, que pretende incluir o nome da cidade e sigla do estado na impressão das novas placas.

Inicialmente, as placas Mercosul trariam o brasão da cidade e estado, mas o projeto foi alterado para que as informações estejam disponíveis apenas em consulta aos sistemas do Detran. As novas placas trazem apenas a inscrição Brasil centralizada na parte superior, além do brasão do Mercosul e bandeira do Brasil.

Troca de placas

Essa mudança traria um custo extra aos motoristas, já que uma das vantagens trazidas pelas placas Mercosul é a manutenção da placa no veículo, mesmo se esse trocar de cidade ou estado. Caso o projeto de lei 279/21 seja aprovado, as placas terão que ser refeitas se o veículo trocar de domicílio.

Veja o projeto na íntegra CLICANDO AQUI.

Por: Rafael Brusque – Blog do Caminhoneiro

Rocha

Ler Anterior

Presidente do TJMT implanta Balcão Virtual nas secretarias das unidades judiciárias

Leia em seguida

Três Câmaras do TJMT transferem julgamentos da próxima semana, advogados devem estar atentos

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *