Projeto atenderá 26 comunidades ribeirinhas

O projeto Ribeirinho Cidadão, que teve início na manhã desta quinta-feira (19 de fevereiro) no município de Barão de Melgaço (131 km de Cuiabá), vai percorrer 26 comunidades ribeirinhas ao longo do Rio Cuiabá, levando serviços jurídicos, de saúde e de cidadania. O projeto, que este ano chega a sua oitava edição, é realizado pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso, Defensoria Pública do Estado e parceiros.

A caravana, composta por 57 profissionais das mais diversas áreas, atenderá ao todo 36 comunidades, nos municípios de Barão de Melgaço, Santo Antônio do Leverger e Poconé. Depois de encerrada a parte fluvial, o projeto inicia a parte terrestre, onde atenderá mais 10 comunidades. Ao todo, o Ribeirinho Cidadão será realizado durante 15 dias, sendo a fluvial de 19 a 28 de fevereiro e a terrestre de 2 a 6 de março.

Nestas duas semanas em que o projeto atenderá as comunidades ribeirinhas, as pessoas terão acesso a uma série de serviços, que normalmente são de difícil acesso na região pantaneira. Nesta edição serão oferecidos serviços como: expedição de documentos pessoais (RG, CPF, certidão de nascimento e de casamento, carteira de trabalho, título de eleitor), além de acesso a programas do governo federal, informações sobre previdência social, aposentadoria, sem falar nos atendimentos na área de saúde, com médicos, dentistas, oftalmologistas, psicólogos, entre outros.

O Ribeirinho Cidadão vai percorrer de barco cerca de 100 km, entre Barão de Melgaço e Porto Cercado, no município de Poconé. Neste período o projeto atenderá desde pequenas comunidades, onde residem 10 famílias, por exemplo, até localidades como São Pedro de Joselândia, onde moram cerca de 800 famílias, há posto de saúde e escola estadual.

Confira a programação

Quinta-feira (10 de fevereiro) – O atendimento começa em Barão de Melgaço, a partir das 10 horas. No local, o serviço será prestado para as comunidades de Praia dos Bois e Volta do Poço. Os trabalhos encerram às 18 horas.

Sexta-feira (20 de fevereiro) – A caravana prossegue em Barão, a partir das 7 horas até o meio dia. Às 12h30 a equipe segue para Estirão Comprido, onde ofertará os serviços às comunidades de Porto São João, Porto Brandão e Flechas.

Sábado (21 de fevereiro) – O atendimento começa às 7 horas na comunidade de Cuiabá Mirim, que compreende também as comunidades de Conchas, Porto Emiliano e Curutuba. Os serviços serão oferecidos até as 11h30. Logo em seguida a equipe que compõe o projeto vai para São Pedro de Joselândia.

Domingo (22 de fevereiro) – Das 7 às 18 horas, serão atendidas as comunidades de Retiro São Bento, Pimenteira, Lagoa do Algodão, Porto da Fazenda, Correr d’água, Porto do Limoeiro e São Pedro.

Segunda-feira (23 de fevereiro) – Os serviços continuam em São Pedro de Joselândia até meio dia.

Terça-feira (24 de fevereiro) – O projeto estará na Fazenda São João, atendendo das 8h às 12h.

Quarta-feira (25 de fevereiro) – A equipe chegará à Pousada Arara Azul, onde o atendimento será feito às comunidades de Engesa, Tripolini, Dona Rica.

Quinta-feira (26 de fevereiro) – O Ribeirinho Cidadão vai para Porto Cercado.

Sexta-feira (27 de fevereiro) – Às 9 horas haverá apresentação dos trabalhos em Poconé; o atendimento acontece das 8h às 18h.

Sábado (28 de fevereiro) – Das 8h às 12h prossegue o atendimento em Poconé. No dia 2 de março é retomada a parte terrestre. O encerramento desta edição do Ribeirinho Cidadão está marcado para o dia 6 de março.

Janã Pinheiro

premium

Ler Anterior

Aumenta número de padrinhos afetivos em 2015

Leia em seguida

Aula inaugural da ESAMT sobre improbidade administrativa e empresarial será em março

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *