Profissionais da gastronomia são homenageados em sessão especial da Assembleia Legislativa

 

Cerca de trezentos profissionais do setor da gastronomia foram homenageados pela Assembleia Legislativa nesta quinta-feira (13), com Moção de Aplausos. Acompanhados de seus familiares, todos foram recepcionados no Teatro do Cerrado Zulmira Canavarros, na sede da Casa de Leis.

Chefes de cozinha, cozinheiros, auxiliares, chapeiros, garçons, merendeiras, empresários do setor e outros profissionais receberam a honraria das mãos do deputado estadual Wilson Santos (PSD), autor do requerimento para sessão especial, e de representantes dos deputados Eduardo Botelho (União Brasil) – presidente da Assembleia Legislativa, Elizeu Nascimento (PL), Dr. Eugênio (PSB) e Janaina Riva (MDB).

“A culinária é reconhecida pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) como um bem imaterial tombado, por ser portadora de referência à identidade, ação e memória dos diferentes grupos da sociedade. A gastronomia traduz toda a história de um povo, sua forma de vida, seus valores e a cultura. Portanto, nada mais justo que prestar estas homenagens a estes valorosos profissionais”, disse Wilson Santos.

O parlamentar é autor do PL 213/2021, que trata da regulamentação do exercício da profissão de cozinheiro e gastrônomo.

“A atividade de preparar refeições é tão antiga quanto à existência do próprio homem. Porém, para além do ambiente doméstico, a profissão de cozinheiro e gastrônomo tornou-se muito diversificada e complexa. Hoje, esta atividade é vital para um grande número de empreendimentos, especialmente os setores de turismo e restaurantes”, diz trecho do requerimento.

De acordo com o deputado, a necessidade de regulamentar o exercício dessa importante profissão tem muitos propósitos, como: garantir por meio de um maior controle sobre a formação e a conduta dos cozinheiros que os consumidores não correrão riscos sanitários; contribuir para o aperfeiçoamento profissional do cozinheiro e de toda a cadeia de empreendimentos ligados a alimentação que hoje responde por milhares de empregos e necessita tornar-se competitiva para atrair investimentos; valorizar a profissão e o profissional estimulando o ingresso de novos talentos para a cozinha.

O chefe de cozinha Fábio Cruz, presidente da Associação dos Chefes de Cozinha de Mato Grosso, que agrega cerca de 70 mil profissionais no estado, foi um dos homenageados.

“A luta pela regularização da nossa profissão é primordial para valorização de cada profissional do setor gastronômico, desde os mais humildes até os mais renomados. Estamos gratos ao deputado por ter abraçado esta causa e por articular este movimento em nível nacional. Aliás, o senador Carlos Fávaro (PSD), a seu pedido, também apresentou projeto semelhante no Senado Federal para que esta ação ocorra em nível nacional. Obrigado, deputado”, disse.

O evento reuniu chefes de outros estados, como a chefe Maria da Penha (RJ) e o chefe Guto Medeiros (SP).

“O que vemos Brasil à fora é a valorização ‘dos grandes’. Este projeto abraça a todos nós e por isso é tão importante. Feliz pela Iniciativa do deputado Wilson e por saber que a proposta já é discutida no congresso a partir de sua articulação. Estamos muito gratos a todos. Parabéns a todos nós profissionais da gastronomia”, disse a chefe Penha.

“Antes de vir a este evento fiz questão de ler e reler este projeto de lei do deputado Wilson Santos. Tenho certeza de que trata-se de um projeto sério e que visa valorizar de fato nossa categoria. Parabéns pela iniciativa e gratidão a todos os profissionais da gastronomia de Mato Grosso. Obrigado pela homenagem e pela acolhida”, disse Guto Medeiros.

 

Por: Robson Fraga/ Assessoria

Rocha

Ler Anterior

Judiciário fará solenidade de instalação da Segunda Vara Criminal de Água Boa

Leia em seguida

Enfermaria do Hospital São Benedito sofre princípio de incêndio; fogo foi cessado imediatamente e não houve óbitos ou feridos em decorrência do incidente

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.