Problemas em emissão de guias e alvarás em varas devem ser corrigidos até dia 15

12/03/2015 – O Sistema de Controle de Depósitos Judiciais (Siscondj) está passando por um processo de sincronia com os outros sistemas do Poder Judiciário – Apolo, Projudi e PJe. Durante esse período, cuja finalização está estimada até o dia 15 de março, algumas varas apresentam inconsistências de operação para emissão de Guias e Alvarás Eletrônicos. O presidente da Comissão de Direito Eletrônico da OABMT, Eduardo Manzeppi, identificou o problema através de reclamações de advogados e fez contato com o TJMT. Ele explicou que “o sistema é de empresa terceirizada (SisconDJ), por isso não resolveram rapidamente o pedido”.

As varas que passam por ajustes são:

Comarca Vara
Primavera do Leste (Projudi) Juizado Especial
Rosário Oeste Vara Única
Sinop (Projudi) Juizado Especial
Paranatinga Vara Única
Várzea Grande – Cristo Rei (Projudi) Juizado Especial Cristo Rei
Cuiabá Criminal 6ª Vara Criminal
Cuiabá – Morada da Serra (Projudi) 4º Juizado Especial
Apiacás Juizado Especial

O Departamento de Depósitos Judiciais fornecerá, em caso de necessidade, certidão para justificação de prazos para cumprimento do recolhimento de valores, através do e-mail: depósitosjudiciais@tjmt.jus.br ou diretamente no Anexo Des. Antonio de Arruda – Tribunal de Justiça.

Segundo a diretora do Departamento de Depósitos Judiciais, Claudia Regina Dias de Amorim, tais alterações e regularizações são de extrema necessidade para implementação completa do alvará eletrônico, assim como para expedição de guias judiciais através de numeração única, evitando assim alocações de valores em comarcas e/ou varas não equivalentes. (Com informações do TJMT)

premium

Ler Anterior

Alto Garças abre exame seletivo para estagiário

Leia em seguida

Desagravo em favor da advocacia de Mirassol d’Oeste é agendado por diretoria e TDP

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *