Prefeito de Paranatinga é condenado por improbidade

O juízo da 2ª Vara da comarca de Paranatinga, condenando por atos de improbidade o atual prefeito Vilson Pires por fatos ocorridos em seu mandato anterior, bem como, o dentista Jorge José Zamar Neto.

Os fatos apurados pelo Ministério Público que ensejaram a condenação dos réus se resumem à contratação do profissional odontólogo pelo prefeito, sem qualquer licitação, para prestar assistência nas aldeias indígenas Xavante e Bakairi, localizadas em Paranatinga.

Além do mais, o dentista contratado não prestou os serviços na forma devida, mesmo tendo recebido o total de R$ 41.000,00 dos cofres públicos.

Ambos foram condenados a efetuar o ressarcimento integral e solidário do dano ao Erário, no valor de R$ 39.278,00, além de multa na quantia de R$ 117.834,00 equivalente a três vezes o valor do dano, bem como, suspensão dos direitos políticos e proibição de contratar com o Poder Público pelo prazo de 10 (dez) anos.

premium

Ler Anterior

Santo Antônio de Leverger credencia juiz leigo

Leia em seguida

Ministra nega novo pedido de liberdade de José Riva

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *