Planos econômicos: lutas judiciais estão chegando ao fim

28/11/2017 – O Idec deu início, há 30 anos, à luta pelo direito dos poupadores que tiveram perdas econômicas com planos econômicos das décadas de 1980 e 1990.

Em 2016, para fazer frente às repetitivas obstruções judiciais contra poupadores, o Instituto procurou a AGU (Advocacia-Geral da União) solicitando mediação com as casas bancárias devedoras.

Em 27 de novembro 2017, após alguns meses de negociação da qual participaram a Febraban (Federação Brasileira dos Bancos) e a Frebapo (Frente Brasileira dos Poupadores), foram definidas linhas gerais para um acordo que ponha fim aos litígios judiciais, permitindo que brasileiros prejudicados, já em idade avançada, tenham acesso aos pagamentos.

Nos próximos dias, o Idec permanecerá trabalhando junto à AGU e as partes envolvidas para defender as melhores condições possíveis aos poupadores, como tem feito nos últimos 30 anos.

Os detalhes da negociação só serão divulgados após outras reuniões que estão agendadas para as próximas semanas, sob a coordenação da AGU.

premium

Ler Anterior

Governo prorroga isenção de ICMS para taxistas até 2019

Leia em seguida

Com liberação de 13º, Comissão de Defesa do Consumidor alerta para uso consciente

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *