Peritos criminais encerram greve e voltam ao trabalho em MT

17/06/2016 – Os peritos criminais de Mato Grosso, que estavam em greve desde o dia 31 de maio para cobrar o pagamento integral das perdas salariais causadas pela inflação de 2015, que foi de 11,28%, retornaram aos trabalhos na quinta-feira (15). Em assembleia realizada na quarta-feira (15), eles aceitaram proposta feita pelo governo do estado pra pagar a Revisão Geral Anual e decidiram encerrar o movimento grevista.

“A categoria entendeu que, diante da atual situação atual e apesar de não atender como queríamos ao pleito de pagamento de 11,28% da RGA, era mais viável aceitar o que foi proposto pelo governo. Além disso, a população sofre muito com a situação do nosso serviço”, disse Alisson Trindade, presidente do sindicato que representa a categoria, o Sindpeco.

A proposta, a quarta desde que a greve dos peritos e de outras categorias de servidores do estado começou, foi apresentada na terça-feira (14).
O governo propôs pagar 6% da RGA em três parcelas, sendo as duas últimas em 2017, e condicionou o pagamento dos outros 5,28% à Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) – ou seja, que seja reduzido para abaixo de 49% o percentual do pagamento da despesa com folha de pessoasl em relação à Receita Corrente Líquida.

A proposta do governo também prevê que sejam suspensas as nomeações de novos servidores do Poder Executivo estadual até a quitação dos 11,28% da RGA de 2016.
Apesar da aceitação da proposta por parte dos peritos criminais, o Fórum Sindical, que representa 32 sindicatos e associações de servidores, disse oficialmente, na terça-feira (15), que o que foi proposto pelo governo foi rejeitado pela maioria das categorias do serviço público.

Redação JA com Assessoria

premium

Ler Anterior

Sindspen reduz atendimento a advogados nas unidades prisionais

Leia em seguida

TRE-MT : NOTA DE ESCLARECIMENTO

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *