Pai e filha são condenados a 13 anos de prisão por roubo

O vendedor de carros Ozayr Monteiro da Silva e a estudante Rafaela Bezerra da Silva Monteiro foram condenados a 13 anos, seis meses e quatro dias de prisão, em regime fechado, pela prática de roubo. A sentença foi proferida pela juíza Maria Rosi de Meira Borba, da 8ª Vara Criminal de Cuiabá, nesta sexta-feira (27 de fevereiro).

Pai e filha eram suspeitos de cometer mais de 40 assaltos em pouco mais de três meses. No processo, eles responderam por oito roubos, de abril a julho de 2014. Um dos crimes foi cometido contra um policial militar, do qual roubaram uma pistola.

Segundo a investigação, Ozayr e Rafaela agiam sempre do mesmo modo. Eles usavam uma motocicleta para se aproximar das vítimas e anunciar o assalto. Enquanto o pai mantinha as vítimas sob a mira de um revólver, a filha roubava os pertences. Em seguida, fugiam na mesma moto.

Além da pena de prisão, eles terão que pagar 512 dias-multa cada um. O dia-multa corresponde a 1/30 do valor do salário mínimo vigente na época do crime. A decisão ainda cabe recurso.Ana Luíza Anache-TJMT

premium

Ler Anterior

Esmagis-MT condecora personalidades do Judiciário

Leia em seguida

“Gasta-se muito dinheiro para um cargo não remunerado”

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *