• 7 de março de 2021

Ouvidoria recebe mais de 5,3 mil manifestações

A Ouvidoria Judiciária de Mato Grosso recebeu mais de 5,3 mil manifestações durante a gestão do presidente Orlando Perri. Em 2013 o número chegou 3,3 mil, contra 1,9 mil registros de janeiro a setembro deste ano. O balanço dos atendimentos é feito trimestralmente, portanto o relatório referente a outubro, novembro e dezembro ainda será concluído pelo setor.

As manifestações são feitas pelo público em geral e podem ser denúncias, elogios, pedidos de informação, reclamações e sugestões ao Poder Judiciário. O contato com a Ouvidoria pode ser feito de diversas formas, sendo que a principal delas é pela via on-line por meio do Portal do TJMT.

Além disso, o jurisdicionado também pode ser ouvido pessoalmente, por telefone, correspondência ou caixa coletora disponibilizada em todas as comarcas do Estado. Vale destacar que as informações fornecidas no contato são sigilosas e as manifestações tratadas em caráter de urgência, de modo que todas são respondidas pela equipe da Ouvidoria, que tem como ouvidor-geral da Justiça o juiz Luís Aparecido Bortolussi Júnior.

Embora o último relatório trimestral do ano ainda não tenha sido fechado já é possível constatar redução no número de manifestações em 2014 comparando-se com os dados de 2013. A assessora jurídica do departamento, Cláudia Guarim, atribui os resultados ao aumento da confiança do jurisdicionado no Poder Judiciário. “Isso significa que a máquina do Judiciário está mais atuante e atendendo a população. A Ouvidoria atua como um instrumento social, é o elo entre a população e a Justiça”, reforça.

A analista judiciária Cleonice Campana Peres, responsável pela implantação da Ouvidoria em 2007, destaca que o funcionário público tem o papel de servir ao jurisdicionado. O mais importante para nós é atender bem. Às vezes o manifestante chega nesta unidade, com certa carência de informações, sendo amparado pela equipe, saindo satisfeito com os serviços prestados por esta Ouvidoria. O bom atendimento aqui é primordial”, pontua.

A última pesquisa de satisfação realizada no departamento revela que mais de 90% dos que responderam, de forma facultativa, ao questionário, classificaram o atendimento da Ouvidoria como bom ou ótimo. As perguntas avaliaram a qualidade do atendimento, o tempo de resposta e se o objetivo foi alcançado.

Canais de acesso da Ouvidoria

Atendimento Pessoal – É realizado no Tribunal de Justiça, localizado no Centro Político Administrativo, das 12h às 19h

Formulário eletrônico – Acesse a página do Tribunal de Justiça (www.tjmt.jus.br) – link da Ouvidoria Judiciária

DDG – 0800 647 1420 – (65) 3617-3835/3794

Fax: (65) 3617- 3531

Correspondência – Envie sua manifestação ao Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso – Centro Político Administrativo – Ouvidoria Judiciária – CEP: 78050-970 – Cuiabá/MT.

Caixa Coletora – Preencha o formulário disponível em todos os fóruns do Estado e deposite na caixa coletora.

Camila Cecílio-TJMT

premium

Ler Anterior

Serviços notariais fecham no dia 2

Leia em seguida

Seccional comemora indicação de conselheiro para a Sejudh

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *