• 9 de março de 2021

14/01/2015 – OPORTUNIDADES PARA CARREIRA PÚBLICA E ADVOCACIA PÚBLICA

14/01/2015 – Carreiras da AGU (Advogado da União, Procurador da Fazenda Nacional e Procurador

Federal), Procuradoria dos Estados, Advocacias Municipais, Procuradoria do Trabalho, Delegado

Federal, Agente da Polícia Federal, Magistratura Federal e Estadual, Ministério Público Federal e

Estadual, Defensoria Pública.

Esses são apenas alguns cargos considerados por especialistas como os mais cobiçados

pelos concurseiros e profissionais do direito. A estabilidade e os altos salários contribuem para

que a concorrência seja grande. A remuneração passa de R$ 29 mil mensais, conforme o cargo.

Essas funções exigem que os candidatos tenham nível superior.

O Diretor Pedagógico da Rede LFG, Francisco Fontenele, destaca que esses são os

concursos mais cobiçados em razão da relevância das instituições, da estabilidade, dos altos

salários e da possibilidade de desenvolvimento na carreira.

Ao candidato que está iniciando a preparação para concursos é essencial que conheça as

provas anteriores já aplicadas e faça simulados. Tal prática, segundo ele, propicia que sejam

mensuradas, antecipadamente, quais disciplinas e respectivos temas o candidato necessita para

aprofundar os seus conhecimentos.

“A estratégia de resolver simulados, dentre outras, até mesmo para quem já está

estudando há mais tempo, é uma das receitas de sucesso de boa parte dos candidatos que

conseguiram alcançar a aprovação no concurso almejado. O ato da repetição constante de

resolução de questões proporciona a fixação do conteúdo, e também o domínio na administração

do tempo para quando for realizar as provas reais dos concursos”, diz Fontenele.

Ele disse ainda que se a pessoa decidir ingressar na carreira pública é primordial que ela

escolha o melhor curso preparatório, adquirira a melhor bibliografia indicada e trace as várias

estratégias de estudos que são eficazes para o seu intento. É essencial ainda que conheça bem o

edital do concurso que deseja. Os melhores cursos preparatórios dispõem de professores

renomados que já auxiliam na elaboração do plano de estudo do candidato.

Segundo orientações do diretor, o candidato deve estabelecer um calendário de estudos

dentro de sua necessidade e capacidade. A disciplina é fundamental, cada hora de estudo perdida

devido a algum contratempo deve ser rapidamente resposta. Deixar os estudos para o fim de

semana, por exemplo, não é recomendado. “É melhor dedicar-se todos os dias do que concentrar

os estudos num grande número de horas. Deixar o estudo para a última hora não é eficaz”,

avaliou.

Além disso, adentrar noites não vai adiantar porque não rende o suficiente. Mesmo assim,

o bom concurseiro tem consciência de que, vez ou outra, enfrentará o sacrifício de estudar

cansado ou ter de repor horas de estudo que perdeu na semana por força de mudanças no seu

calendário pessoal, conforme orientação de Fontenele.

No caso de estudar por tempo prolongado, é importante desenvolver estratégias, como

dividir o tempo por disciplinas. Levantar-se a cada intervalo de tempo e tomar café ou chá podem

ser um bom estímulo para enfrentar os “rounds” seguintes para quem estuda por muitas horas”,

avaliou.

ESTABILIDADE

Fontenele destaca que tanto o salário quanto a estabilidade são os grandes atrativos para

esses concursos. Ele considera, no entanto, importante que os candidatos não pensem apenas no

salário, e na estabilidade, mas sim considerem outros fatores como perfil profissional, aptidões,

área de atuação, dentre outros pontos fundamentais para atingir o verdadeiro objetivo e

realização profissional.

premium

Ler Anterior

PL permite suspensão de tratados com países que desrespeitem direitos humanos

Leia em seguida

14/01/2015 – AMM garante quitação de débitos por meio de diálogo com governo do estado

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *