• 22 de abril de 2021

> OABMT inaugura Galeria Silva Freire com presença de recuperandos, familiares e advocacia

 

Uma noite marcante, histórica para a OABMT com a presença de recuperandos e seus familiares, artistas plásticos, advogados e advogadas e autoridades. Assim considerou o presidente da Seccional, Maurício Aude, ao se referir à inauguração da Galeria Silva Freire nesta terça-feira (22 de setembro) como parte da programação do Setembro Freire e do encerramento do projeto OABMT 80 anos lançado no início da atual gestão.

 

“É realmente um momento de bastante emoção. No dia a dia defendemos prerrogativas dos advogados, travamos batalhas com os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário para buscar melhorias à sociedade, mas hoje eu me emociono porque é o último ato do projeto OABMT 80 anos, coordenado pela vice-presidente Cláudia Aquino, hoje licenciada, que objetivou um resgate da história e trouxe a cultura e a arte à Ordem. A OABMT foi às escolas ensinar às crianças e adolescentes o que é a advocacia, foi às Praças no OAB Cidadania prestar atendimento, reunindo diversos parceiros; e um dos pontos mais altos estamos vendo aqui: o resgate do ‘Liberdade Consentida’. Ninguém sintetiza mais isso do que Silva Freire”, sublinhou Maurício Aude.

 

A exposição na Galeria Silva Freire reúne obras de 20 recuperandos do Centro de Ressocialização de Cuiabá (CRC) e dos artistas e professores André Gorayeb, Hugo Alberto, Babu78, Giulia Medeiros e Sérvio Neuberger. Todos exibiam com orgulho o resultado de 19 dias de trabalho orientado pelos artistas. Um vídeo com os internos falando de arte e mostrando sua rotina também foi produzido e exibido no evento.

 

Representando o governador do Estado, o secretário-chefe da Casa Civil, Paulo Taques, elogiou a iniciativa. “Silva Freire dizia aos seus alunos que todos deviam começar sua carreira pela advocacia para ser mais humano. Este evento tem recuperandos, crianças, pessoas. A casa das liberdades democráticas tem que estar assim,  cheia de “gentes” (como dizia Silva Freire). Parabéns à OABMT por abrir mais este espaço”, pontuou.

 

O projeto

 

O “Liberdade Consentida – Oficina de Artes” foi concebido e implantado por Freire quando ele foi presidente da entidade durante o biênio 1985/87 e relançado pela Seccional no projeto Arte na Ordem, coordenado pelo advogado Mário Olímpio Filho. Babu, que ensinou grafite aos recuperandos, afirmou que “a arte é uma coisa fantástica, faz com que as pessoas percebam a importância de estar inserido em um contexto social”.

 

O recuperando Edmilson Siqueira destacou que foi o começo de uma oportunidade. “Tanto tempo preso, peço que não desistam de nós. Acreditem na nossa mudança. Se nós tivermos oportunidade, temos como mudar de vida”, sublinhou. Todos os alunos/artistas receberam um certificado de conclusão do curso. Também estavam presentes o secretário de Estado de Justiça e Direitos Humanos, Márcio Dorileo; o juiz da Vara de Execuções Penais de Cuiabá, Geraldo Fidelix; o representante da família Silva Freire e ex-conselheiro da OABMT, Murillo Barros Silva Freire; o ex-presidente da Seccional, Amaral Augusto da Silva; o poeta e colega de Silva Freire, Vladmir Dias Pino, entre outros.

 

A diretora da Casa Silva Freire, Larissa Freire, destaca que a questão psicossocial dos recuperandos é uma das mais difíceis para os governantes e para a sociedade lidar. “E a arte tem uma grande potência de vida para atuar com isso. A reedição deste projeto é uma fagulha para que toda essa capacidade se reacenda. A OAB tem agora o grande desafio de fazer com que isso continue”, ressalta. O projeto conta com o apoio da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), por meio da Fundação Nova Chance (Funac).

 

A exposição permanecerá aberta ao público na sede da OABMT. E todas as atividades que compõem o Setembro Freire podem ser conferidas no sitewww.casasilvafreire.org.br.(Com informações da Assessoria CSF e YOD Comunicação)

 

 

Assessoria de Imprensa OAB/MT

premium

Ler Anterior

24/09/2015 – Operação Metástase : OABMT obtém decisão e advogados presos serão transferidos para sala especial

Leia em seguida

> Evento debaterá o protesto de títulos como alternativa para recuperação de créditos em Cuiabá

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *