OABMT é representada em Conferência Nacional da Mulher Advogada

Oito advogadas representam a OABMT na “I Conferência Nacional da Mulher Advogada”, aberta nesta quinta-feira (21 de maio), em Maceió, onde estão reunidas mais de 900 advogadas de todo o Brasil. A OAB prestou homenagem às mulheres e aos homens que marcaram a história da advocacia e dos direitos humanos no tema da representatividade feminina, entre elas a ex-presidente da Seccional Mato Grosso, desembargadora Maria Helena Póvoas.

O presidente nacional da OAB, Marcus Vinicius Furtado Coêlho, fez a entrega das placas juntamente com o presidente da Seccional de Alagoas, Thiago Bomfim, a presidente da Comissão Nacional da Mulher Advogada, Fernanda Marinela, e o diretor tesoureiro da Ordem, Antonio Oneildo Ferreira. “Mais mulheres na OAB, mais mulheres na política e mais mulheres construindo o futuro deste país”, afirmou Marcus Vinicius.

Maria Helena Póvoas foi homenageada com as outras seis ex-presidentes de Seccionais. Em mais de 80 anos apenas sete mulheres ocuparam a presidência nos estados. “Uma democracia sem mulheres é uma democracia incompleta”, ressaltou a ex-presidente do Superior Tribunal Militar, ministra Maria Elizabeth Teixeira.

Estão representando a OABMT a vice-presidente, Cláudia Aquino de Oliveira; a presidente da Comissão de Direito da Mulher da Seccional, Juliana Nogueira; a secretária-geral da Subseção de Várzea Grande, Alexandra Nogueira; a representante da Subseção de Diamantino, Indianara Conti Kroling; Marisa Vesz, delegada da CAA de Peixoto de Azevedo; a integrante da CDM, Lucivani Raimondi; as advogadas de Cuiabá Adriana Costa Marques, Cristiane Carvalho e Guadalupe Maciel; além das acadêmicas de Direito Talita Oliveira e Nayara Raimondi.

Na tarde desta quinta-feira, a vice-presidente da OABMT, Cláudia Aquino, foi convidada a secretariar o painel que trata do “Protagonismo da Mulher – evolução no Brasil e no Mundo”, substituindo a secretária-geral da OABDF Daniela Rodrigues Teixeira.
POR OAB/MT

premium

Ler Anterior

TRE abre vaga para juízes da 7ª e 24ª zonas eleitorais

Leia em seguida

Número de crianças e adolescentes acolhidos reduz em Cuiabá

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *