• 21 de abril de 2021

OAB/Jaciara apoia projeto de implantação de equoterapia para idosos

A equoterapia é uma técnica de reabilitação e educação que utiliza a equitação e as atividades equestres para proporcionar aos praticantes benefícios físicos, psicológicos, educacionais e sociais. Esta atividade exige a participação do corpo inteiro, trabalhando-o praticante de forma global, sendo o cavalo utilizado como método terapêutico que contribui para o desenvolvimento do equilíbrio, tônus, força muscular, a conscientização do próprio corpo, o aperfeiçoamento de coordenação motora, atenção, autoconfiança, autoestima e a qualidade de vida.

 

E são esses benefícios que os idosos do Abrigo Sombra da Acácia em Jaciara irão experimentar utilizando essa técnica através de um projeto idealizado pelo presidente da OAB/Jaciara, Claudinez da Silva Pinto Junior. O projeto tem como finalidade levar a prática da terapia para pessoas que precisam desse acompanhamento. “Além de beneficiar esses idosos, o projeto vai atender toda a população que precisar dessa terapia, seja criança, jovem ou adulto, que passou por algum acidente ou por algum problema de saúde e quem tiver mais possibilidade financeira poderá pagar pelo serviço e essa renda ser revertida ao abrigo, que hoje sobrevive de doações e da Festa do Trevo”, explicou Claudinez.

 

O projeto já está montado e deve ser construído no próprio Abrigo e agora será apresentado à Justiça do Trabalho, que transforma multas jurídicas em investimento a entidades institucionais sem fins lucrativos, como é o caso do Abrigo Sombra da Acácia. “Se a Justiça aprovar o projeto, receberemos uma contrapartida para dar início à execução para construir toda a estrutura necessária para que a equoterapia aconteça de fato”, ressaltou Claudinez.

 

O idoso na equoterapia irá utilizar o cavalo como um mediador terapêutico no tratamento de diversas patologias proporcionando bem-estar e consequente melhora da qualidade de vida, sendo um tratamento prazeroso, pois se foge de consultórios e ambientes fechados.

 

De acordo com a fisioterapeuta e equoterapeuta avançada formada pela Ande Brasil, Andreia Lima, a prática da equoterapia busca benefícios biopsicossociais às pessoas com deficiências físicas ou mentais e/ou com necessidades especiais. “O cavalo é o instrumento de reabilitação física e psicológica, pois se compararmos o andar do homem ao passo do cavalo notamos que são idênticos em sua andadura, realizando movimentos tridimensionais. É exatamente este movimento do cavalo que gera impulsos que acionam o sistema nervoso para produzir as respostas que vão dar continuidade ao movimento e permitir o deslocamento. A partir daí o organismo terá maiores ou menores condições de movimentar-se em função da capacidade dos músculos entrarem em atividade, gerando no cavaleiro uma resposta de movimentos que ele por si só não conseguiria produzir”, explica.

 

As contraindicações da prática da equoterapia são relativas a cada indivíduo, podendo ser aplicada desde lactentes a Idosos, nas mais diversas patologias físicas, mentais e comportamentais.

 

Claudinez ressalta que quem se interessar em colaborar com a causa e quiser ajudar no projeto pode procurar o senhor Jorge Schinoca, atual presidente do Abrigo, ou o próprio presidente da OAB em Jaciara (Claudinez) e fazer sua doação. “Quanto mais pessoas ajudarem, mais rápido a construção ficará pronta e dessa forma muitas pessoas serão beneficiadas com uma melhor qualidade de vida”, destaca o idealizador do projeto.

 

Foto credito: Claudinez – Aline Bassanessi / DIAADIA / Equoterapeuta Arquivo Pessoal

  

Fonte: Dia a Dia

 

premium

Ler Anterior

Réu é condenado a 12 anos de prisão pelo Tribunal do Júri

Leia em seguida

24/06/2015 – TOME NOTA: Vem aí a 9ª edição da Colônia de Férias da CAA/MT em Cuiabá!

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *