OAB Peixoto de Azevedo inaugura sede própria com espaço para a sociedade

06/10/2017 – Inaugurada na noite desta quinta-feira (5), a sede da subseção de Peixoto de Azevedo da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso (OAB-MT) representou um marco para a região. O espaço foi aclamado pelas autoridades presentes como a Casa da Cidadania.

Construída com a união de esforços da advocacia e de toda a sociedade, a sede própria é a realização de um sonho iniciado há 20 anos.

O terreno onde se situa a OAB Peixoto de Azevedo foi conquistado pelo pai do atual presidente da subseção, Marcus Augusto Giraldi Macedo, Adelino Valdir de Oliveira Macedo, em 1997. Desde então, a sede própria se tornou um sonho realizado a várias mãos. Ao longo de um ano de obras coordenadas pela Comissão de Construção da Subseção de Peixoto de Azevedo, composta por 15 membros e sob a presidência do advogado Nilson Portela, o espaço contou com a parceria entre o Poder Judiciário e a Cadeia Pública e cerca de 90% da mão de obra foi de reeducandos, incentivando assim os projetos de ressocialização.

A sede possui 270 metros quadrados e auditório com capacidade para 140 pessoas. De acordo com o presidente da OAB Peixoto de Azevedo, o espaço servirá não apenas para eventos da advocacia, mas também para cursos de capacitação, audiências públicas e debates.

“Esta é a Casa do Cidadão, um lugar para abrigar os pleitos da sociedade. A advocacia, como voz constitucional do cidadão, deve ser a caixa de ressonância para abrigar os anseios da população”, destacou o presidente da OAB-MT, Leonardo Campos.

Para o prefeito de Peixoto de Azevedo, Maurício Ferreira de Souza, trata-se de uma obra importante para o município. “A população toda ganha com um espaço como esse”, disse.

Deputado estadual, Pedro Satélite esmaltou a importância da sede própria da OAB Peixoto de Azevedo inclusive para o desenvolvimento econômico da região. “Este lugar é um exemplo da organização que os investidores procuram em uma localidade. Nos próximos dias devemos receber cônsules da China para conhecer as nossas potencialidades e esse espaço é ideal para eles falarem como a população”, exemplificou.

premium

Ler Anterior

Peixoto de Azevedo se transforma em capital da advocacia mato-grossense

Leia em seguida

Pelo direito à saúde, TJ-DF permite que família plante maconha

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *