OAB-MT defende prerrogativas dos advogados em reunião com Intermat

07/09/2016 –  O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso (OAB-MT) Leonardo Campos reuniu-se com o presidente do Instituto de Terras de Mato Grosso (Intermat), delegado Fausto Freitas, nesta segunda-feira (5), para tratar sobre as prerrogativas profissionais da classe.

Conforme o presidente da OAB-MT Leonardo Campos, diante de várias reclamações de advogados com dificuldade para acesso a processos no órgão, foi agendada a reunião para buscar um entendimento no que concerne a esta prerrogativa dos advogados.

“Diante de várias reclamações de advogados com dificuldades nos processos no Intermat, como acesso a vistas, carga e cópia, procuramos o presidente para dialogar e saímos com o compromisso de que será revista a portaria existente e criada uma nova que vai regulamentar todos estes procedimentos”, explicou.

Além disso, o presidente do Intermat assegurou que a OAB-MT fará uma análise prévia da portaria. “Antes da portaria ser publicada, a OAB-MT tomará conhecimento e analisará, inclusive dando sugestões para que não haja mais esse problema, tanto com o advogado da capital quanto do interior”, salientou Leonardo Campos.

O presidente da OAB-MT também pontuou que durante a reunião foi tratada a possibilidade de que os advogados do interior do Estado possam encaminhar previamente os processos que desejam ter acesso para que o órgão faça uma triagem e os localize. “Com isso, facilita o advogado que chega do interior para acessar estes processos”, disse.

Também participaram da reunião, o conselheiro estadual da entidade Helio Nishiyama, a procuradora da OAB-MT, Claudia Alves Siqueira, o secretário-geral do Tribunal de Defesa das Prerrogativas (TDP) Maurício Magalhães, e a Comissão de Assuntos Fundiários da OAB-MT foi representada pelo membro Tabajara Aguilar Praeiro Alves.

premium

Ler Anterior

Mutirão de atendimento abre programação do Setembro Consumidor

Leia em seguida

Tabaporã seleciona estagiários de nível médio

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *