• 22 de abril de 2021

OAB de Pernambuco expulsa advogado que se apropriou de dinheiro de cliente

23/12/2014 – Por decisão unânime do Conselho Pleno da Ordem dos Advogados do Brasil de Pernambuco (OAB-PE), um advogado foi excluído do quadro da instituição. Condenado por estelionato na esfera judicial, ele responde a processo no Tribunal de Ética e Disciplina da OAB-PE, por infração ético-disciplinar.

Em 2011, o homem foi considerado responsável pelo desvio de recursos de um cliente, prejudicando o nome do escritório que representava, à época, na condição de sócio. A exclusão foi determinada com base nos artigos 1º, 2º, parágrafo único, inciso I e II, e 9º do Código de Ética e Disciplina; no Artigo 34, incisos XX, XXI, XXV e XXVII do Estatuto da OAB; e no Artigo 38, inciso II, do também do Estatuto da OAB.

“A exclusão do profissional é medida extrema, que se justifica para a preservação da dignidade da advocacia”, afirmou o presidente da OAB-PE Pedro Henrique Reynaldo Alves. Ele acrescenta que a punição a qualquer advogado só é publicada depois de esgotadas todas as possibilidades de recursos. Com informações da Assessoria de Imprensa da OAB-PE.

premium

Ler Anterior

Ministério da Educação altera regras para criação de cursos de Direito

Leia em seguida

Projeto propõe que ação coletiva por danos morais tramite em segredo

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *