Prefeito Mauro Mendes ,em busca de vice para aumentar tempo em TV para reeleição

22/07/2016 – Mauro Mendes  prefeito de Cuiabá do (PSB), reuniu com o deputado estadual Emanuel Pinheiro (PMDB), para tratar sobre as eleições municipais deste ano. Na ocasião, o prefeito teria sugerido a possibilidade de o peemedebista ser candidato a vice-prefeito em sua chapa, em uma possível candidatura à reeleição. A aliança garantiria a Mendes mais tempo de propaganda eleitoral, já que o PMDB detém o maior tempo de TV, e eliminaria a concorrência peemedebista, que planeja lançar o deputado federal Valtenir Pereira ou Emanuel Pinheiro como candidato a prefeito.

O convite veio logo após a pesquisa qualitativa do PMDB que apontou Pinheiro como nome viável para a disputa eleitoral. Ele leva vantagem por ser cuiabano, acessível, e principalmente, por ter defendido o pagamento da Revisão Geral Anual (RGA) dos servidores estaduais, que passaram cerca de um mês em greve geral para cobrar a reposição da inflação. Em uma cidade com mais de 50 mil servidores públicos, essa atuação lhe rendeu pontos.

Por outro lado, a pesquisa detectou que o fato de Valtenir Pereira ter votado contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) pesa contra ele, e não só pode atrapalhar a campanha para prefeito, como também potencializar a rejeição ao deputado, por ser um fato recente.

O presidente do PMDB em Cuiabá, Clovis Cardoso, confirmou o convite feito por Mendes a Emanuel Pinheiro, porém, demonstrou desagrado com a possibilidade. “Emanuel disse para o Mauro conversar com o PMDB sobre isso, mas duvido que ele vai nos procurar. Além disso, temos dois bons candidatos a prefeito dentro do PMDB, que são o Valtenir e o Emanuel. Ontem o PTB declarou apoio ao PMDB, independente de qual dos dois for cabeça-de-chapa”, argumentou.

O peemedebista disse não ver chance nenhuma de a sigla compor com Mendes. “Não existe possibilidade de o PMDB recuar para ser vice do Mauro Mendes. Nós somos oposição. Além disso, Mauro não cumpre acordos. O PMDB nunca será vice dele”, afirmou o presidente categoricamente. “O que está decidido é que somos oposição ao Mauro e vamos ganhar a eleição”, concluiu.

Emanuel também rejeitou a possibilidade de ser vice de Mauro, apesar de ser aliado do prefeito. “Foi uma longa conversa, em que fizemos avaliações do cenário eleitoral, e ele sugeriu avaliar a possibilidade de eu sair candidato a vice dele. Eu respondi que não tenho interesse em deixar de ser deputado para ser vice. Meu objetivo este ano é a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa. Além disso, o PMDB já está trabalhando a candidatura do Valtenir, e eu respeito o partido e respeito os companheiros”, disse.

Nas eleições de 2012, quando conquistou o primeiro mandato de prefeito, Mendes concorreu tendo o deputado estadual João Malheiros (PR) como vice. Pouco antes da diplomação, o parlamentar renunciou ao cargo de vice-prefeito, alegando que preferia continuar como deputado, e deixou o prefeito da capital sem vice.

pleiteando o cobiçado cargo de vice,estão  PSDB, com os vereadores Adevair Cabral e Renivaldo Nascimento; o SD, com o vereador Haroldo Kuzai, que é presidente da Câmara Municipal; o PSD, com o vereador Domingos Sávio, que é líder do governo no parlamento; e o PP, com o empresário do agronegócio Eraí Maggi.

premium

Ler Anterior

PM apreende carga com mais de 2,8 mil pacotes de cigarros após capotamento

Leia em seguida

Lei do farol baixo gera mais de 400 multas apenas na Baixada Cuiabana

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *