Mutirão do TJ e Energisa atenderá 9 mil pessoas

25/08/2016 – Um mutirão de conciliação será realizado pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso em parceria com a Energisa na próxima semana, na Arena Pantanal. Entre os dias 29 de agosto e 2 de setembro, o TJMT auxiliará nove mil pessoas a renegociar suas dívidas junto à concessionária de energia e obter uma negociação justa, sem a necessidade de judicializar seus processos.

Estarão presentes no mutirão a equipe da Central de Conciliação do Fórum de Cuiabá e a juíza Adair Julieta da Silva, coordenadora da Central de Conciliação da Capital.

Por parte da Energisa, 30 representantes legais (prepostos) atenderão os clientes conforme treinamento ofertado pelo Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Nupemec) do TJMT e irão atuar conforme as orientações do Judiciário.

Neste mutirão, os beneficiados já foram selecionados previamente e estão sendo notificados pelo TJMT com as datas e horários de comparecimento no estádio.

A juíza Adair Julieta ressalta a importância do evento como uma facilidade conquistada pelos mato-grossenses que beneficia consumidores em conflito com a empresa e, ao mesmo tempo, colabora com a Justiça.

“Esse tipo de mutirão traz inúmeros benefícios à sociedade, direta e indiretamente. A conciliação é uma grande conquista da população, por dar mais agilidade aos processos e evitar a sobrecarga do Judiciário”, frisa a magistrada.

A iniciativa integra o programa Energisa Concilia, lançado no mês de junho pela distribuidora e que tem como lema encerrar os processos judiciais já na primeira audiência, sem demora e de forma positiva. Desde sua implantação, a empresa já ofereceu acordo em 30% dos processos abertos no Juizado Especial. Destes, metade foi aceita.

O acesso ao mutirão será feito pelo Portão G da Arena Pantanal.

Reedação JA/ Por;Mylena Petrucelli

premium

Ler Anterior

Conquista da OAB-MT é tema de Projeto de Lei nacional

Leia em seguida

Atenção eleitores de Canarana: quatro seções eleitorais foram transferidas de local de votação

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *