Ministra do STJ determina indisponibilidade de bens de Riva e Bosaipo

06/09/2016 – A ministra Regina Helena Costa, da 1ª Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ), determinou a indisponibilidade de bens dos ex-deputados estaduais José Geraldo Riva e Humberto Bosaipo. A decisão é do dia 26 de agosto.

O pedido foi formulado pelo Ministério Público Estadual (MPE). Valor do bloqueio será estipulado pela magistrada de piso, a juíza Célia Regina Vidotti, da Vara de Ação Civil Pública e Ação Popular. A ação, por improbidade administrativa contra os políticos, é resultado da Operação Arca de Noé.

Na ação inicial, protocolizada no ano de 2009, o órgão ministerial requereu a indisponibilidade no valor de R$ 1,7 milhão. O recurso do MPE no Superior Tribunal de Justiça reverteu decisões anteriores, da 3ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, que mantiveram a indisponibilidade de bens dos réus.

No processo, o MPE afirma que os réus efetuavam movimentações financeiras irregulares envolvendo a Assembléia Legislativa e a empresa Confiança Factoring Fomento Mercantil, de propriedade do grupo do ex-comendador João Arcanjo Ribeiro. A empresa Ledis Araújo – Táxi Aéreo, teria se beneficiado em R$ 1.798.209,56.

 

Redação JA

premium

Ler Anterior

Procurador Mauro apresenta menor número de rejeição entre os candidatos a prefeito de Cuiabá

Leia em seguida

TRE-MT não acolhe recurso de Percival Muniz e mantém decisão que determinou retirada de propaganda no Facebook

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *