Lei regulamenta estadualização do Hospital Regional de Alta Floresta

15/09/2016 – O Governo de Mato Grosso publicou no Diário Oficial que circulou nesta quarta-feira (14.09), a Lei 10.427, que regulamenta a estadualização do Hospital Regional Albert Sabin de Alta Floresta. Na pratica, a medida foi necessária para regularizar a unidade de saúde que até 12 janeiro de 2012 era de competência do município. Nos últimos quatro anos, o Estado assumiu despesas e novos serviços, porém, faltava uma legislação que regulamentasse a responsabilidade do estado, o que justifica a medida ser retroativa a 13 de janeiro de 2012.

Hoje o Hospital Regional de Alta Floresta possui 74 leitos, realiza 3,8 mil atendimentos e 300 cirurgias por mês, com custo mensal cerca de R$ 2.800.000.00, entre folha de pagamento, serviços e outras demandas. O hospital é referência em pediatria, ortopedia, clinica médica, clinica cirúrgica, cirurgia geral, ginecologia e obstetrícia, e atende também os municípios de Apiacás, Nova Bandeirante, Nova Monte Verde, Paranaíta e Carlinda.

O secretário adjunto de serviços de saúde, Jonas Alves Ribeiro, ressalta que a mudança é apenas legal e que o hospital vai continuar oferecendo o bom atendimento de saúde às pessoas.  Com a estadualização legalizada, a Secretaria de Estado de Saúde poderá acelerar o processo, já em andamento, de novo chamamento público para gerenciamento do Hospital por Organização Social, decisão que deverá ser tomada em conjunto com os gestores da região de Alta Floresta.

 

premium

Ler Anterior

OAB-MT apoia advogada e repudia truculência do deputado federal Jair Bolsonaro

Leia em seguida

Juiz manda Emanuel Pinheiro tirar do ar propaganda contra Julier e cita Bíblia

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *