• 3 de março de 2021

Juvam e Vema atendem em novo endereço

Depois de 18 anos o Juizado Volante Ambiental (Juvam) e a Vara Especializada do Meio Ambiente (Vema) mudaram de endereço. As duas unidades judiciárias foram para um prédio mais amplo para oferecer melhor conforto e comodidade aos jurisdicionados e servidores.

Devido às adequações feitas no prédio, alguns sistemas que dependiam do uso da internet ficaram indisponíveis por um período, mas agora todos já estão funcionando normalmente, como publicação no Diário da Justiça Eletrônico, consultas de andamento processual, peticionamento eletrônico, Bacen, Renajud, expedição de alvará, Malote Digital e webmail.

De acordo com a gestora administrativa da unidade judiciária, Eleomar Sofia de Anunciação, a reforma física está praticamente finalizada, mas isso não impede o funcionamento tanto do Juvam, quanto da Vema. “As obras estão concluídas, falta apenas alguns pequenos reparos, que não impedem o atendimento ao público. Agora estamos em um local mais amplo, onde conseguimos atender melhor o jurisdicionado”, afirma.

As pessoas podem procurar o Juizado também para fazer denúncias de crimes ambientais, como pesca predatória, transporte irregular de pescado, madeira ilegal, desmatamento indevido, maus tratos de animais, além de outras infrações, como poluição sonora, entre outros.

“O cidadão não só pode, mas deve denunciar a prática de crimes ambientais. As denúncias podem ser feitas, dependendo do caso, até mesmo de maneira anônima”, explica o conciliador do Juvam Alexandre Corbelino, completando que as audiências do Juvam de Cuiabá acontecem de segunda a quinta-feira, nos dois períodos.

As denúncias podem ser feitas pelo telefone (65) 3642-4064 ou 1950, no endereço eletrônico juvam@tjmt.jus.br ou na sede do Juvam e da Vema, que estão localizados na Rua da Cereja, 355, no bairro Bosque da Saúde.FONTE TJMT

premium

Ler Anterior

Mais de 41 mil eleitores tiveram o título cancelado em Mato Grosso

Leia em seguida

Fundamentação de decisões no novo CPC gera confronto entre advogado e juiz

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *