Justiça Comunitária prevê novas ações

Ações em escolas, visitas domiciliares, mediação e conciliação nos casos que envolvam violência familiar, são algumas das frentes que serão prioridades para o projeto que atende à população dos bairros mais carentes, o Justiça Comunitária. De acordo com o novo coordenador estadual da iniciativa, o juiz José Antônio Bezerra Filho, o foco para estes dois anos são ações que tragam efetividade para quem precisa dos serviços da Justiça.

“Vamos investir no trabalho do agente comunitário e chama-lo a sua missão, que é auxiliar na resolução dos conflitos, por meio da paz social, de forma a evitar a judicialização de novos processos. Para isso, serão feitas capacitações continuadas para que ele (o agente), que está mais perto da população, saia da estrutura física e vá ao encontro de quem precisa de auxílio”, explicou o magistrado.

Outro ponto que ganhará grande investimento é a padronização dos procedimentos realizados em todos os postos da Justiça Comunitária para que o atendimento seja prestado da mesma forma em todos os locais. Atualmente, a Justiça Comunitária está instalada nas comarcas de Cuiabá (atende também em Acorizal), Várzea Grande, Chapada dos Guimarães, Poconé e Lucas do Rio Verde.

José Antônio afirma ainda que todo o trabalho será realizado em paralelo com os projetos que foram desenvolvidos nas gestões anteriores, dando continuidade às ações que dão resultado.

Coordenadoria – A sede do projeto está localizada no Tribunal de Justiça de Mato Grosso, no Anexo Desembargador António de Arruda, acima do Restaurante dos Servidores. A nova casa foi ampliada e totalmente estruturada para melhor receber a população que precisar de auxílio e também os agentes comunitários.

A Justiça Comunitária tem a finalidade de fornecer informações necessárias sobre leis e direitos dos cidadãos e também de intermediar os conflitos junto à própria comunidade.

Fotos: Adilson Cunha
Coordenadoria de Comunicação do TJMT

premium

Ler Anterior

Pesquisa Pronta traz dano moral presumido e prescrição para ressarcimento de dano ao erário

Leia em seguida

Mulheres andam 4 horas em busca de atendimento

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *