> Justiça Comunitária estabelece ações de mutirão

O Conselho Consultivo da Justiça Comunitária realizou na manhã desta segunda-feira (10 de agosto) uma reunião para discutir as ações que serão realizadas no próximo Mutirão da Justiça Comunitária, a ser realizado no sábado (15 de agosto) na Escola Municipal Professor Filogônio Correa, localizada no Distrito Nossa Senhora da Guia, em Cuiabá.

 

Conforme a gestora do programa, Tatiane Guerra, a função desse encontro foi alinhar tudo que está sendo feito na Justiça Comunitária, além de divulgar informações e definir novas metas. Além disso, foi discutido o que será feito no mutirão. Estiveram na reunião representantes da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Secretaria Municipal de Saúde, Governo do Estado, Universidade Federal de Mato Grosso, Universidade de Cuiabá, Ministério Público, Defensoria Pública, Serviço Nacional de Aprendizagem Rural e Lions Clubs.

 

De acordo com a representante da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), Aliana Caroline Cardoso, foram estabelecidas políticas no sentido de atender a comunidade. “Nós estamos averiguando qual será o formato, mas algumas coisas nós já podemos dar certeza, por exemplo, palestras com a nossa Superintendência de Políticas sobre Drogas. Atender a Justiça Comunitária é intuito da secretaria. A Sejudh busca ter efetiva participação no atendimento à população e quando a gente se reúne com outros parceiros, a possibilidade de alcance é maior. O público não vai até a secretaria, por isso é importante que a gente vá até o público, para possibilitar essa ação de cidadania à população”.

 

Durante a reunião, os colaboradores definiram os serviços que serão ofertados no mutirão, dentre eles, corte de cabelo, identificação, vacinas para crianças e idosos, serviços médicos (oftalmológicos e ginecológicos). Cada parceiro com sua equipe oferecerá um serviço de forma alinhada, buscando oferecer orientação à comunidade.

 

Para o coordenador do programa, juiz José Antonio Bezerra Filho, a Justiça Comunitária está atuando de maneira sincronizada, com foco voltado à comunidade. “O nosso objetivo foi reforçar as nossas ações, fazer com que todos os parceiros tenham um comprometimento efetivo dos serviços que vão oferecer no próximo mutirão. Todos estão motivados. A expectativa é sempre muito grande porque a partir do momento que damos publicidade ao projeto, nós temos que oferecer um serviço bem feito. Todos que chegarem até nós terão suporte. Se eu tiver um atendimento igual o do seu Gonçalo lá de Nossa Senhora do Livramento, de 88 anos, que não tinha nenhum documento, e dali do mutirão saiu com documento de identidade e entrada no pedido de aposentadoria, eu já estarei satisfeito”, ressalta o magistrado.

 

O MUTIRÃO – O próximo mutirão da Justiça Comunitária será realizado neste sábado (15 de agosto), das 8h às 13h, na Escola Municipal Professor Filogonio Correa. No local estarão disponíveis serviços gratuitos à população. O projeto visa aproximar a Justiça da comunidade, principalmente a população que não tem acesso a alguns serviços básicos.

 

premium

Ler Anterior

> Fórum de Jaciara: alterada data de licitação

Leia em seguida

11/08/2015 – Lei que regula transição do Hospital para o Consórcio é aprovada em Barra do Bugres

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *