• 28 de novembro de 2021

> Justiça Comunitária: 13,5 mil atendimentos

O primeiro Mutirão da Justiça Comunitária realizado na Comarca de Jaciara (144 km ao sul de Cuiabá), no dia 19 de março, foi o maior já realizado pelo programa, desde a sua criação. Do momento em que os portões da Escola Estadual Santo Antonio se abriram, às 14 horas, até o fechamento, às 18 horas, 13.500 atendimentos foram feitos à população, todos gratuitamente. O programa, desenvolvido pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso, contou com o apoio de 45 parceiros, que transformaram o evento em uma verdadeira aula prática de inclusão social.

As pessoas foram em busca dos mais diversos atendimentos nas áreas de saúde, jurídica e social. Dezenas de voluntários atenderam com carinho, respeito e muito amor. Ninguém voltou para casa sem receber atendimento ou sem que a sua demanda fosse resolvida ali mesmo no mutirão.

A cabeleireira Patrícia da Costa, 31 anos, por exemplo, resolveu tudo em pouco tempo. “Meu filho perdeu o RG quando tinha 4 anos e eu nunca mais tinha feito outro. Como ele está com 14 anos, é difícil ficar sem este tipo de documento. Aproveitei o mutirão para registrar o boletim de ocorrência e retirar o atestado de hipossuficiência, assim eu não preciso pagar a segunda via porque eu ganho pouco e esse dinheiro ia fazer falta para comprar outras coisas mais importantes lá em casa”.

De um lado estão aqueles que foram até o local buscar atendimento e do outro, os que foram prestar atendimento, de maneira voluntária. “Eu fui convidada para vir participar do mutirão e aceitei na hora. Meu trabalho aqui é fazer uma triagem fonoaudiológica. Atendi alguns casos, principalmente de crianças, com problemas de troca na fala. Isso acarreta problemas no aprendizado. Na triagem eu verifico o que está ocorrendo e encaminho para uma unidade de saúde pública onde a criança possa fazer o acompanhamento, pois nestes casos é preciso sessões de fono para tratar o problema”, explica a fonoaudióloga Patrícia Moreira Assunção, do município de São Pedro da Cipa.

Entre os parceiros do mutirão realizado em Jaciara está também a Ordem dos Advogados do Brasil (18º Seccional). “Estamos aqui para somar, para fazer também um trabalho em prol da sociedade. Fizemos muita orientação, principalmente com relação à escritura de terrenos, que é um problema recorrente aqui no município, entre outras questões relacionadas à previdência social e área de família, como pensão, divórcio e guarda dos filhos. Esta parceria com o Judiciário foi muito positiva”, destacou a presidente da OAB de Jaciara, Estela Maris Pivetta.

Quem também foi doar seu trabalho no mutirão foi a cabeleireira Marilda Vieira, 40 anos. “Eu fiquei sabendo que ia ter o mutirão e achei que era uma boa oportunidade de ajudar as pessoas fazendo aquilo que eu sei. Estou doando um pouco do meu tempo para aqueles que precisam. Não custa nada, além de ser gratificante ver a felicidades das pessoas ao saírem daqui com o cabelo arrumado”.

Para o coordenador do Programa Justiça Comunitária, juiz José Antonio Bezerra Filho, o número de atendimentos e procedimentos realizados no mutirão foi além da expectativa. “Este resultado deve-se ao trabalho de toda a equipe que compõe a Justiça Comunitária e dos parceiros. Eles não têm medido esforços para que os serviços cheguem até a população, principalmente a que mais necessita. Tivemos um comprometimento muito grande de todos. Os agentes da Justiça Comunitária, os parceiros, o juiz Francisco Gaíva (diretor do Foro de Jaciara), o prefeito do município, enfim, todos, sem exceção, não mediram esforços para que o mutirão fosse realizado. Que agradecer ainda o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Paulo da Cunha, e a vice-presidente, desembargadora Clarice Claudino, pelo apoio ao programa. Os dois fizeram questão de prestigiar o mutirão e ver pessoalmente a grandiosidade social deste projeto”.

Parceiros em Jaciara:

Defensoria Pública
Ministério Público
Cartório de 2º Ofício
Cartório de 1º Ofício
Comissão de Regularização Fundiária
OAB –Subseção local- Comissão de Direitos da Mulher e do Idoso
Massoterapeutas
Polícia Militar
Bombeiros
Polícia Civil
Assembléia Legislativa
CIA da PM
Secretaria de Esporte
Secretaria de Cultura
Teatro
Dança
Coral
Zumba
Capoeira
CDL
Poder Executivo Municipal e Secretárias
Secretaria de Agricultura
Secretaria de Meio Ambiente
Serviços da Casa Cidadão
Programa PAIF
Projeto Raio de Luz
Bolsa família
Fortalecimento de vínculo
Cadastro de baixa renda para energia
Pintura Artística
Bazar para venda de artesanato
Entrega de 100 mudas de árvores do cerrado
Distribuição de 5.000 sacos de sementes de crotalaria
Juvam – Rebojando
Creas
Faculdade Eduvale
Unijuris Rondonópolis
Ouvidoria
Sincor
Dpvat
Consultora Mary Kay
Juízas da Vara do Trabalho de Jaciara
Clóvis Matos – Projeto Inclusão Literária
Sejudh

premium

Ler Anterior

31/03/2016 – Juiz bloqueia bens de três pessoas por improbidade

Leia em seguida

31/03/2016- STJ arquiva inquérito por suposto crime financeiro contra presidente do Tribunal de Contas de MT

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *