INVESTIGAÇÃO : CPI ouve diretor do grupo Minerva sobre fechamento de frigorífico em Mirassol D’Oeste

05/07/2016 – Para o presidente da CPI houve acordo comercial entre os três maiores grupos frigoríficos de Mato Grosso, para monopolizar o comércio da carne no Estado

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Frigoríficos realizou na manhã de hoje (5) a oitiva com o diretor da companhia Mato Grosso Bovinos S/A, Roberto Alves de Almeida, que foi convocado na condição de testemunha. Ele foi questionado sobre quais os motivos que originaram o encerramento das atividades da planta em Mirassol D’Oeste.

“Ele contribuiu com a CPI em várias questões, porém temos dados com números levantados de que houve acordo comercial entre os três maiores grupos frigoríficos de Mato Grosso, para monopolizar o comércio da carne no Estado”, afirmou o presidente da Comissão, deputado Ondanir Bortolini (PSD), Nininho. “Vamos buscar os resultados para revermos as injustiças causadas contra os pecuaristas e, quem sabe, ver a possibilidade de reabrir algumas plantas no interior do Estado”, completou.

Durante a oitiva, o atual diretor do grupo Minerva, alegou que o alto custo de energia foi à causa principal do fechamento da planta de Mirassol. “Quando o grupo Minerva comprou a planta de Mirassol esperávamos que ela se sustentasse, mas não foi possível. A crise do país também afetou diretamente no encerramento das atividades”, apontou Almeida.

O presidente da CPI disse que os trabalhos da Comissão prosseguem nesta semana em Sinop e Alta Floresta, com oitivas de novas testemunhas convocadas pela equipe técnica. No dia 7 a reunião acontece em Sinop, e no dia 8, em Alta Floresta. Em Sinop a reunião acontecerá na Câmara Municipal, e em Alta Floresta na CDL, ambas às 15 horas.

Grupo Minerva – A empresa Minerva Foods comunicou o fechamento da planta frigorífica de Mirassol D´Oeste (MT), a 329 km de Cuiabá, no dia  5 de julho de 2015. Setecentos e um funcionários da unidade foram demitidos.

Naquela ocasião, a Minerva informava que a decisão de encerrar a operação no município foi em virtude de uma readequação das operações da companhia no Brasil como forma de obter melhorias de eficiência em rendimento, economia de custos por aumento da otimização da capacidade instalada e incremento de rentabilidade por reequilíbrio geográfico de suas operações.

Segundo informações do site do grupo, a companhia Minerva é a segunda maior exportadora de carne e a maior exportadora de gado vivo do Brasil. Com um crescimento médio de 39% ao ano desde 2001, a receita líquida da Minerva alcançou a marca de R$ 4,4 bilhões em 2012.

Redação JA

premium

Ler Anterior

Câmara de Cuiabá tem novo vice-presidente Faissal Calil (PSB)

Leia em seguida

Jaciara: Cejusc resolve conflito entre pai e filho

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *