> Homem é condenado pela morte de ex-companheira

Rodiney José da Silva foi condenado a 13 anos e seis meses de prisão pelo assassinato da ex-mulher Danielly Guimarães Tapajoz. O julgamento popular ocorreu ontem (14 de julho), em Várzea Grande. A sessão foi presidida pelo magistrado Otávio Vinicius Affi Peixoto, titular da 1ª Vara Criminal do município.

 

De acordo com o processo código 373933, o réu teria matado Danielly com golpes de faca, em outubro de 2014. Eles foram casados por 12 anos, tinham três filhos e estavam separados há pouco tempo. Segundo a irmã da vítima, ela se separou porque o marido era agressivo e usuário de drogas.

 

Durante o julgamento, foram ouvidas quatro testemunhas. Na sequência, o réu foi interrogado pelo juiz, pelo Ministério Público, pela defesa e pelos jurados. Depois dos debates, o Conselho de Sentença se reuniu e votou pela condenação do denunciado. Rodiney foi condenado por homicídio qualificado por motivo fútil e com utilização de recurso que impossibilitou a defesa da vítima. POR CGJ-MT 

premium

Ler Anterior

> Pós-graduação em Direito e Processo do Trabalho da Amatra 23 iniciará em setembro

Leia em seguida

> Comissão de Política sobre Drogas da OABMT recebe moção de aplauso

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *