Governador e secretários se reúnem com sindicato dos servidores penitenciários

31/10/2017 – O governador Pedro Taques e o secretário-chefe da Casa Civil Max Russi se reuniram na manhã desta segunda-feira (30.10) com representantes do Sindicato dos Servidores Penitenciários do Estado de Mato Grosso (Sindspen/MT). No encontro foram tratadas entre as partes o estudo para pagamento de insalubridade para as carreiras do sistema penitenciário, remuneração da jornada extraordinária e avaliação de proposta para isenção de ICMS na aquisição de armas e coletes. O próximo encontro para negociação de benefícios para a categoria deve acontecer após o resultado dos estudos de viabilidade das propostas apresentadas em reunião.

“Não há nada mais importante que o servidor público. Mas existem dificuldades financeiras e por isso é preciso compreensão. Cortamos R$ 400 milhões dos incentivos fiscais, entre outras medidas necessárias. É legítimo que as pessoas não gostem da proposta do Regime de Recuperação Fiscal, mas é preciso destacar que não existem prejuízos para as categorias de áreas essenciais e que todos os compromissos assumidos com os servidores serão cumpridos”, declarou o governador Pedro Taques.

“Fazemos questão de deixar claro que em momento algum somos contra qualquer ação do governo que venha melhorar a situação do nosso Estado. A nossa posição é não retroceder nas conquistas e adquirir melhorias nas condições de trabalho. Nos comprometemos com o secretario Max Russi, a apresentar em assembleia da categoria as possibilidades de avanços, sinalizadas com essa reunião, como poucas que tivemos até hoje, demonstrando vontade do governo em resolver a nossa questão”, disse a diretora de imprensa e divulgação do Sindspen, Josi Muniz.

Ainda sobre a PEC do Regime de Recuperação Fiscal, denominada PEC do Teto dos Gastos Públicos, o secretário Max Russi reforçou que o Governo do Estado está aberto a receber estudos de alteração da categoria, desde que não desconfigurem a proposta.

O presidente do Sindspen, João Batista, destacou que a categoria não é contra o governo organizar melhor os investimentos, desde que todos os setores sejam tratados de forma igualitária. “A partir do momento que o governador revê a situação dos incentivos, podemos negociar”.

Os secretários de Estado de Justiça e Direitos Humanos, Fausto Freitas, e de Gestão, Júlio Modesto, também participaram da reunião.

Por; Aline Coelho

 

premium

Ler Anterior

Taques garante recursos para investimentos em Mato Grosso

Leia em seguida

Filmes da cineasta Sofia Coppola compõem a nova série do Encontros com Cinema

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *