Gilmar Mendes defende atuação conjunta de entes federativos na segurança

24/04/2015 – O ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes defendeu nesta sexta-feira (24/4) o “inadiável aprimoramento da Justiça Criminal”, com medidas que confiram maior rapidez ao julgamento das ações penais e reestruturem o sistema prisional.

A policiais, Gilmar Mendes defendeu redução das prisões preventivas.
Carlos Humberto/SCO/STF
Mendes proferiu a palestra “Segurança Pública e Justiça Criminal” na Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado (Fecap) para oficiais da Polícia Militar. O evento foi organizado pela Secretaria da Segurança Pública de São Paulo, e contou com a presença do titular da pasta, Alexandre de Moraes.

Entre as sugestões apontadas pelo ministro estão a redução das prisões preventivas, com prioridade para medidas cautelares, como monitoramento eletrônico, a rápida apresentação de presos em flagrante a juízes, e a criação de estabelecimentos prisionais apropriados para os regimes aberto e semiaberto.

Além disso, Mendes destacou que os entes federativos deveriam promover ações conjuntas entre suas forças de segurança pública, como Polícia Federal, polícias Civil e Militar e guardas municipais.

premium

Ler Anterior

Advogados e promotores não podem abrir mão do papel de protagonista

Leia em seguida

Esperando ofensiva, OAB diz que não aceitará mudança nos precatórios

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *