Fluminense bate o Cuiabá e vence a primeira no Brasileirão

Não foi um confronto de grandes momentos, mas o Fluminense bateu o Cuiabá por 1 a 0, em São Januário, nesta quarta-feira, e conquistou a primeira vitória neste Campeonato Brasileiro. O único gol do duelo foi marcado pelo garoto Gabriel Teixeira, ainda na etapa inicial, colocando o Tricolor com quatro pontos em quarto (ainda podendo mudar ao fim da rodada). O resultado encerrou a invencibilidade de 18 partidas dos visitantes, que tem um ponto em 13º.

Fluminense venceu o Cuiabá pela segunda rodada do Brasileirão (Foto: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C)
Fluminense venceu o Cuiabá pela segunda rodada do Brasileirão (Foto: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C)

Foto: Lance!

Agora o Flu vira a chave novamente para se concentrar no jogo de volta da terceira fase da Copa do Brasil, na próxima quarta-feira. A equipe vai até Bragança Paulista enfrentar o Red Bull Bragantino, às 21h30 (de Brasília). As equipes ainda se enfrentam novamente no domingo, pelo Brasileirão. Já o Cuiabá terá o Atlético-GO na segunda-feira, dia 14, em casa, às 20h.

Sonolento

Em um primeiro tempo bastante estudado e morno entre as equipes, foram poucas finalizações. A primeira aos 11 minutos, com Caio Paulista. Com esquemas parecidos, as equipes tiveram dificuldades de trabalhar a bola para dar trabalho aos goleiros. O Fluminense, como já vem fazendo normalmente, deu a bola para o Cuiabá jogar e apostou nos contra-ataques, mas os visitantes não transformaram a posse em volume.

EFICIÊNCIA

A objetividade do Flu se transformou em gol. Pressionando, mesmo sem ter a posse, o Tricolor recuperou a bola e Nene iniciou a jogada. Aos 39 minutos da primeira etapa, Yago Felipe recebeu na ponta direita e cruzou rasteiro para Gabriel Teixeira desviar para dentro do gol e abrir o placar. O Cuiabá ainda conseguiu fazer suas primeiras finalizações, mas chutou para fora em ambas.

Menos emoção

O Cuiabá voltou para a segunda etapa com um desempenho ofensivo melhor e logo criou duas boas oportunidades, com Jonathan Cafu mandando rente ao gol e Pepê em cobrança de falta desviada por Marcos Felipe que explodiu na trave. Mas o ímpeto durou pouco e os visitantes tiveram dificuldade de fazer as transições quando o Fluminense passou a tentar segurar mais o jogo.

Não mudou

O Fluminense diminuiu o ritmo e viu o Cuiabá se manter com a posse de bola, mesmo errando na saída de jogo. No entanto, em um dos ataques que deu certo, aproveitando a liberdade pela esquerda, Camilo até marcou, mas teve o gol anulado por impedimento. Antes disso, Egídio ainda teve um lance que levantou bastante reclamação por parte do Dourado, quando tentou driblar, quase perdeu a bola e acabou tendo uma falta a seu favor marcada pela árbitra. Ele era o último homem e os adversários cobraram a expulsão.

Vitória do Flu

As alterações na reta final até deram um gás novo e aceleraram o ritmo do jogo. O Flu conseguiu chegar à frente, levando perigo em duas oportunidades, enquanto o Cuiabá seguiu com a bola no pé tentando avançar. Iubel colocou a equipe completamente para frente, terminando com cinco atacantes em campo, e chegou a assustar, mas não conseguiu igualar o marcador mesmo com a pressão.

FICHA TÉCNICA:

FLUMINENSE 1X0 CUIABÁ

Data/Hora: 06/06/2021, às 11h (de Brasília)

Local: São Januário, Rio de Janeiro (RJ)

Árbitra: Edina Alves Batista (Fifa-SP)

Assistentes: Neuza Ines Back (Fifa-SP) e Daniel Luis Marques (SP)

Árbitro de vídeo: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)

Gols: Gabriel Teixeira (39’/1ºT) (1-0)

Cartões amarelos: Martinelli, Yago Felipe (FLU), Clayson (CUI)

Cartões vermelhos: –

FLUMINENSE: Marcos Felipe; Samuel Xavier, Manoel, Luccas Claro e Egídio; Martinelli (Wellington – 37’/2ºT), Yago Felipe (Wellington) e Nenê (Lucca – 37’/2ºT); Caio Paulista (Luiz Henrique – 29’/2ºT), Gabriel Teixeira (Kayky – 37’/2ºT) e Fred (Abel Hernández – 16’/2ºT). Técnico: Roger Machado.

CUIABÁ: Walter; João Lucas (Osman – 41’/2ºT), Paulão, Marllon e Uendel; Auremir (Uillian Correia – 29’/2ºT), Rafael Gava (Camilo – 18’/2ºT), Clayson e Pepê (Felipe Marques – 29’/2ºT); Jonathan Cafú (Guilherme Pato – 18’/2ºT) e Rafael Papagaio. Técnico: Luiz Fernando Iubel.

 

Por: Luiza Sá/ Estadão Conteúdos/ Foto:

Rocha

Ler Anterior

Hulk marca e Atlético-MG derrota o Sport na Ilha do Retiro

Leia em seguida

Emanuel entrega praça no CPA III e destaca boa articulação para conquistar investimentos para obras na Capital

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *