Facilitadores de fuga serão responsabilizados

07/02/2015 – O diretor da Cadeia Pública de Nova Mutum e dois agentes penitenciários que estavam na unidade durante a fuga de 27 presos, na madrugada de quinta-feira (05 de fevereiro), serão processados e responsabilizados pelo Poder Judiciário. Preso em flagrante, o ex-diretor Henrique Francisco de Paula Neto foi afastado e substituído. Os agentes Fabian Carlos Rodrigues Silva e Luiz Mauro Romão da Silva também permanecem presos, em flagrante.

De acordo com a juíza Helícia Vitti Lourenço, diretora do Fórum da Comarca de Nova Mutum, o Poder Judiciário está aguardando a delegada responsável pelo caso terminar de lavrar o auto de prisão em flagrante do ex-diretor e dos agentes. Em seguida, o documento será encaminhado “para que os autuados sejam processados pelo Poder Judiciário e responsabilizados conforme reza a lei”, enfatiza a juíza.

Até o momento, nove dos 27 foragidos já foram capturados. Duas armas calibre 12 foram apreendidas, uma delas em Nova Mutum e outra em Chapada dos Guimarães. A Polícia continua a busca pelos demais fugitivos.

Assessoria de Comunicação CGJ-MT

premium

Ler Anterior

Lewandowski suspende lei que corta autonomia orçamento da Defensoria do PR

Leia em seguida

Operação apreende drogas e celulares em cadeia de Nova Mutum

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.