• 8 de março de 2021

Emanuel depõe e critica conduta do Ministério Público

06/02/2015 – Após dois adiamentos, o ex-presidente da Câmara de Cuiabá, vereador João Emanuel Moreira Lima (PSD), participou, nesta sexta-feira (6)), da audiência de instrução do processo que responde por suposto desvio de recursos públicos da Câmara de Cuiabá.

As denúncia culminaram na Operação Aprendiz, deflagrada em 2013 pelo Gaeco (Grupo de Ação e Combate ao Crime Organizado).

Em seu depoimento, o vereador cassado reafirmou sua inocência no suposto desvio de R$ 1,9 milhão em compra de materiais gráficos.

“Eu não tenho nenhum envolvimento nesta denúncia do Ministério Público”, declarou o ex-vereador.

João Emanuel ainda reclamou do Ministério Público Estadual, acusando-o ter cerceado o direito de defesa. Além disso, classificou a operação Aprendiz como “midiática”.

“Eles divulgam, muitas vezes, primeiro na mídia, e não nos dão o direito ao contraditório”, afirmou.

Representando o Ministério Público na audiência, o promotor Marco Aurélio afirmou que toda a apuração do Gaeco será comprovada em juízo.

As audiências de instrução da operação Aprendiz terão sequência na próxima semana.

Outras testemunhas e envolvidos não prestaram depoimento nesta sexta-feira.

As oitivas eram para ter começado no dia 28 de janeiro. Porém, problema na notificação de testemunhas e envolvidos adiou os trabalhos.

Aprendiz

A operação Aprendiz investigou denúncia de desvios de R$ 1,9 milhão na Câmara de Cuiabá, durante a gestão de João Emanuel.

A denúncia aponta que o Poder Legislativo pagou o valor em compras simuladas de produtos gráficos.

Além de João Emanuel, foram denunciados os representantes da gráfica Propel e ex-servidores do Legislativo cuiabano.FONTE FOLHAMAX

premium

Ler Anterior

TRF da 4ª Região retoma pagamento de RPV a partir da próxima segunda-feira

Leia em seguida

Caixas de assistência da OAB perdem imunidade tributária e podem quebrar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *