Drogas e celulares apreendidos no Raio 4 após nova operação na PCE

Dando continuidade as operações no feriado prolongado na Penitenciária Central do Estado (PCE) nesta terça-feira (21.04), dia de Tiradentes, agentes penitenciários apreenderam muita droga, celulares e armas artesanais. Todos os materiais ilícitos foram localizados no raio 4.

De acordo com o diretor da PCE, Roberval Barros, a suspeita é de que as drogas e celulares entraram na unidade penal durante visita do último
domingo. “Como no domingo foi dia de visita, acreditamos que o material
tenha entrado nesse dia”, disse.

No total foram localizados na operação desta terça-feira (21.04), 1.12
quilos de droga, 24 celulares e vários chips, além de diversas armas
artesanais. Os detentos que estavam com as drogas e os objetos ainda não foram identificados. “Já abrimos procedimento administrativo e estamos
trabalhando para investigar quem são os detentos que receberam esses
materiais e quem são as visitantes que estão levando”, explicou o diretor.

Para o presidente do Sindicato dos Servidores Penitenciários do Estado
de Mato Grosso (SINDSPEN-MT), João Batista, “a forma como os invólucros com a droga foram encontrados embalados em preservativos masculinos, demostram o modo como essas mulheres agem para transportá-las nos dias de visitas, ou seja, introduzidas no corpo, e isso ficou muito mais fácil para elas, tendo em vista de que os agentes não podem mais revistá-las”.

Batista aproveitou ainda, para parabenizar os servidores pelo trabalho.
“Mais uma vez a equipe da PCE, assim como o diretor, estão de parabéns, pois mesmo com todas as dificuldades desenvolvem seu trabalho com muita dedicação. Isso demonstra a responsabilidade e comprometimento dos servidores com o sistema penitenciário de Mato Grosso”.Trabalhou nessa operação cerca de 40 agentes penitenciários, além do cachorro farejador Thor. Estão presos no raio 4 aproximadamente 180 detentos.FONTE Nelli Tirelli/SINDSPEN-MT

premium

Ler Anterior

Mãe alcoólotra e viciada em droga é destituída do poder familiar

Leia em seguida

Ex-presidente da Assembleia completa 2 meses na prisão

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *