Curso de História da Arte atraiu grande público na OABMT

Uma viagem histórica por meio das ilustrações, desenhos, objetos e manufaturas deixadas pelos homens desde seus mais primórdios tempos foi iniciada nesta segunda-feira (13 de abril) na OABMT. O curso “História da Arte” ministrado por uma das mais importantes intelectuais mato-grossenses, Aline Figueiredo, atraiu grande público. A vice-presidente da Seccional, Cláudia Aquino de Oliveira, ressaltou que essa é a realização de um grande sonho. “Admiramos muito o trabalho e a intelectualidade da professora e esperamos que possamos repetir esse curso outras vezes”, sublinhou.

O curso é parte da programação do Março Mulher e do OABMT 80 anos, por meio do projeto “Arte na Ordem”, e é aberto a quem desejar participar. A presidente da Comissão de Direito da Mulher, Juliana Nogueira, lembra que ainda há tempo para inscrições.

“Aline Figueiredo nos passou e continuará transmitindo ao longo da semana um pouco de seu conhecimento, que é gigantesco. Com muita simplicidade, nos mostrou como a/o artista enxerga o universo em que vive. Na primeira aula, da pré-história ao gótico, foi demonstrada a importância da arte como forma de comunicação e transmissão do pensamento de cada época e como está ligada à evolução do pensamento e das pessoas. O curso é também uma forma de entender a história mundial”, pontuou.

O curso de História da Arte vai até sábado e, quem quiser, ainda pode se inscrever. A carga horária será de 12 horas/aula e a certificação será emitida pela Escola Superior de Advocacia de Mato Grosso. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas no site da Seccional, no link “ESAMT – Cursos”. Outras informações pelos telefones (65) 3613-0956/0957.
http://www.oabmt.org.br/Esa/Curso.aspx?id=229

O presidente da Comissão de Estudos Tributários e Defesa do Contribuinte, Darius Canavarros Palma, elogiou a iniciativa e também se inscreveu. “A abertura da OABMT para a sociedade com esse Curso de História da Arte é excepcional. Todos deveriam aproveitar a oportunidade de obter conhecimento de alto nível como estão sendo as aulas da professora Aline”, observou.

Aline Figueiredo é professora da UFMT, crítica de arte e uma das fundadoras da Fundação Cultural de Mato Grosso e do Museu de Arte e Cultura Popular da Universidade Federal. Com uma aula bastante ilustrada e dinâmica, ela traçou um percurso das artes desenvolvidas pelos homens da pré-história passando pelos períodos paleolítico ao neolítico, até o aparecimento da escrita, chegando na arte medieval com noções de arte românica, bizantina e gótica. Aline Figueiredo falou do surgimento do homem na linha do Equador explicando que há 20 mil anos já tinha percorrido todo o globo deixando suas impressões com desenhos em rochas, depois nos metais (5 mil a 3,5 mil anos) até começar a se comunicar por meio das letras que surgiram a partir dos próprios desenhos (a letra “o”, por exemplo, surgiu do desenho do “olho”, explicou).

Nesta terça-feira (14), serão abordados o Renascimento e os desdobramentos do Classicismo: Do século XV a meados do século XIX, abrangendo noções sobre: O Pré-renascimento, o Renascimento, o Maneirismo, Academismo, Barroco, Rococó, Iluminismo e o Neoclassicismo. As outras aulas tratarão dos seguintes temas:

3ª Aula (4ªf)
O século XIX: A Revolução permanente em busca de novos padrões: Revolução Industrial. Noções sobre: O Romantismo, Realismo, a Fotografia, o Início da Pintura Moderna (Impressionismo e Reação ao impressionismo) e arte Noveau. A Arte Moderna e seus desdobramentos experimentais: Na primeira metade do século XX: Expressionismo, Fovismo, Cubismo, as tendências abstratas Formais e Informais; a Bauhaus, o Dadaísmo, Surrealismo, e o Pós-guerra.

4ª Aula (5ªf)
Arte Contemporânea e seus desdobramentos experimentais na segunda metade do século XX: O Informalismo; Happening, arte Cinética, Op-art, Pop Art, Novo Realismo, Fluxus, Hard-Edge, Vídeo-Arte, Figuração Narrativa, Minimal Arte, Múltiplos, Arte Conceitual, Hiper-Realismo, Arte Povera, Body-art, Suporte-Superfície, Arte Postal, Graffitti, Transvanguarda, Neo-expressionismo. Panorama da Arte Contemporânea: Tendências verificadas nas grandes mostras internacionais, a exemplo das Bienais de São Paulo e Veneza e da Documenta de Kassel.

5ª Aula (6ªf)
Panorama da Arte Brasileira: Com noções Históricas da Arte Brasileira, desde o século XVII, passando pelo Barroco litorâneo e o Barroco mineiro; Missão Artística Francesa e o Academismo, a Semana da Arte Moderna, o Modernismo, os Salões Nacionais, as Bienais de São Paulo e as tendências atuais.

6ª Aula (sábado de manhã)
Panorama da Arte Mato-Grossense: Abrangendo noções sobre o aparecimento da arte mato-grossense na cena brasileira, a força da pintura cabocla; os principais artistas mato-grossenses ao longo de mais de quarenta anos de descentralização da arte brasileira. Assessoria de Imprensa OAB/MT

premium

Ler Anterior

Juiz libera R$ 3 mi apreendidos para o Executivo

Leia em seguida

OABMT e Comissão de Juizados Especiais reivindicam melhorias nos juizados

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *