• 4 de março de 2021

Confira juízes auxiliares da nova administração

09/02/2015 – Os juízes que vão assessorar o presidente, a vice-presidente e a corregedora-geral do Tribunal de Justiça de Mato Grosso no biênio 2015/2016 já estão definidos. Oito magistrados das comarcas de Cuiabá e Várzea Grande atuarão como juízes auxiliares no TJMT na tarefa de gerenciar o Poder Judiciário Estadual. Quatro deles já trabalhavam na gestão anterior.

O presidente Paulo da Cunha, empossado em 2 de fevereiro, escolheu os juízes Túlio Duailibi Alves Souza, que até então atendia a Presidência, o juiz João Thiago de França Guerra, da Vara da Infância e Juventude de Várzea Grande, e o juiz Onivaldo Budny, da Primeira Vara Especializada da Fazenda Pública de Cuiabá, que cuidará da Central de Precatórios. Eles ajudarão o presidente na atribuição de gerenciar os serviços relacionados ao Judiciário, além de outras 80 tarefas previstas no Regimento Interno (RI) do Tribunal de Justiça.

Na Vice-presidência, o juiz Hildebrando da Costa Marques atuará em conjunto com a desembargadora Clarice Claudino da Silva. Ele acompanha a desembargadora desde que ela assumiu o Núcleo de Conciliação e Mediação, em julho de 2011, e também já atuou na Vice-presidência em duas gestões anteriores. Juntos, eles serão responsáveis por julgar a admissibilidade dos recursos que podem subir aos tribunais superiores. A vice também substitui a falta do presidente, além de acumular outras 12 competências previstas no artigo 41 do Regimento.

Já na Corregedoria, a desembargadora Maria Erotides Kneip definiu como auxiliares os juízes Paulo Márcio Soares de Carvalho, da 4ª Vara Especializada da Fazenda Pública de Cuiabá, Antônio Veloso Peleja Júnior, que já estava na Corregedoria, e Luiz Octávio Oliveira Sabóia Ribeiro, que atuava como juiz auxiliar da Presidência no biênio anterior. A juíza Amini Haddad Campos, lotada no Juizado Criminal de Várzea Grande, também foi destacada para auxiliar a corregedora.

À Corregedoria cabe zelar pelo funcionamento da Justiça em geral, quanto à omissão de deveres e prática de abusos, especialmente no que se refere aos juízes. O artigo 43 do RI prevê ainda outras 57 atividades.

Veja abaixo a tabela.

Desembargador Paulo da Cunha
Presidência
Túlio Duailibi Alves Souza
João Thiago de França Guerra
Onivaldo Budny

Desª. Clarice Claudino da Silva
Vice-presidência
Hildebrando Costa Marques

Desª. Maria Erotides Kneip
Corregedoria-geral da Justiça

Paulo Márcio Soares de Carvalho
Antônio Veloso Peleja Júnior
Luiz Octávio Oliveira Sabóia Ribeiro
Amini Haddad Campos

Keila Maressa- TJMT

premium

Ler Anterior

Direção de presídio realiza operação e suspende visitas de advogados nesta segunda

Leia em seguida

Subseção OAB de Lucas lamentam falecimento do advogado Willians Reinaldo de Andrade

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *