Comissão de Direito da Mulher participa de evento por mais mulheres na Política

A presidente da Comissão de Direito da Mulher da OABMT, Juliana Nogueira, e as integrantes Alexandra Nogueira e Ceci Campos, além da presidente da CDM da Subseção de Diamantino e do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, Ana Maria Oliveira Barros, participaram nesta segunda-feira (22 de junho) do lançamento do evento “Mais Mulheres na Política”, na Assembleia Legislativa, em Cuiabá.

 

A campanha é da bancada feminina do Congresso Nacional, por meio da Procuradoria Especial da Mulher do Senado Federal e da Secretaria da Mulher da Câmara dos Deputados. Em Mato Grosso, conta com a parceria da Assembleia Legislativa e do gabinete do senador José Medeiros (PPS-MT). A Procuradora Especial da Mulher no Senado, senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), foi uma das palestrantes.

 

Em seu pronunciamento, Juliana Nogueira afirmou que “lugar de mulher é na política e lugar de mulher é na OAB! A luta para a participação feminina nos espaços de poder e decisão não é só na política, mas em todos os segmentos sociais, inclusive no qual ela participa!”. A presidente da CDM relatou sobre a realização da I Conferência Nacional da Mulher Advogada, ocorrida em Maceió, e da aprovação das cotas de 30% de gênero para as chapas concorrentes às eleições da Ordem.

 

A Campanha já passou por São Paulo, Manaus, Boa Vista, Teresina e Porto Alegre, com agenda confirmada para as cidades de Rio de Janeiro e Bahia. Conforme dados da Procuradoria, atualmente as mulheres ainda ocupam apenas 13% das vagas nos parlamentos brasileiros. No Congresso, a bancada feminina é composta por 51 deputadas federais de 513 vagas na Câmara e 13 senadoras de um total de 81 cadeiras no Senado. Dos 28 partidos com representantes na Câmara, 11 não têm mulheres.

 

Propostas – O objetivo da campanha é garantir que, com a reforma política, cada gênero ocupe pelo menos 30% das cadeiras nos parlamentos. Neste sentido, há duas propostas de emenda constitucional em tramitação no Senado. A campanha conta ainda com manifesto intitulado “Por uma reforma que garanta mais mulheres no Parlamento”, com cartazes e jingle produzido com letra e música de Paulo Marinho e interpretação da cantora Márcia Siqueira, ambos amazonenses.

 

(Com informações da ALMT)

premium

Ler Anterior

Plano de ação visa formatar Câmara de Conciliação

Leia em seguida

Caminhoneiro é condenado por matar amigo

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *