Começa execução da 1ª etapa do planejamento

A primeira etapa do Planejamento Estratégico que vai nortear todas as ações do Poder Judiciário de Mato Grosso durante os próximos seis anos (2015/2020) começou a ser detalhada na manhã desta segunda-feira (9 de fevereiro) pelos coordenadores dos projetos. Esta é a segunda etapa do curso que está sendo administrado na Escola dos Servidores para a equipe que compõe a nova gestão do Tribunal de Justiça.

“Esta reunião de trabalho, que visa detalhar e especificar os projetos que foram aprovados pelo Tribunal Pleno, é muito importante, porque a partir do momento que detalharmos o que cada área terá que fazer, vamos começar a colocar em prática”, afirmou o presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, desembargador Paulo da Cunha, que participou da abertura do curso.

Ele ressalta que apesar do número de projetos ter sido reduzido, a quantidade ainda é alta. Ao todo, são 34 projetos que compõem o Planejamento Estratégico. “O ideal é que trabalhássemos com uns 20 projetos, mas não foi possível, pois se tirássemos um projeto deixaríamos descoberta uma área. Portanto, temos que fazer algum tipo de sacrifício, de esforço, para colocarmos em prática e completarmos estes 34 projetos”.

O consultor Roberto Campos, da empresa 3 GEN Consultoria, que está assessorando o Tribunal de Justiça na elaboração da carta de projetos, explica que qualquer organização – e o TJ também tem esta complexidade – tem limitação de recursos, não só financeiros, mas também recursos humanos para executar os projetos.

“No momento que chegamos a um quantitativo de 34 projetos a conclusão básica foi de que não era possível executar estes 34 projetos simultaneamente. A melhor maneira de trabalhar era dividir a execução destes projetos em ondas sucessivas de execução, durando cada onda dois anos. Ao todo, são três ondas. Assim, o trabalho que as equipes estão fazendo agora é um trabalho de detalhar os projetos que serão executados nesta primeira. Desta forma, temos uma quantidade de projetos que começam e terminam nesta primeira onda e outros projetos que vão passar por todas as ondas de execução”.

Um plano de obras, por exemplo, pode ser um trabalho de seis anos. “Neste primeiro momento vamos ter uma visão macro deste projeto em seis anos, mas a equipe vai detalhar mais profundamente o projeto de execução dos próximos dois anos. A primeira onda de execução é uma garantia de que nós tenhamos cada uma destas ondas vinculadas a um gestor, e, ao mesmo tempo, que ele tenha controle daquilo que está sendo executado”.

O consultor ressalta que a separação do Planejamento Estratégico por ondas permite um foco maior em cada um dos projetos. O centro de todos os projetos é a prestação jurisdicional efetiva e ágil. “O grande foco do Judiciário é dar uma prestação mais célere ao jurisdicionado. Este é o coração da carteira de projetos estratégicos. A partir disso, todos os outros projetos vão servir de apoio. Os projetos que afetam a vida do cidadão, da prestação jurisdicional, são o centro e os demais o satélite”.

Durante o curso, os coordenadores começaram a detalhar os projetos. Foi feito um termo formal de abertura, cada um com as etapas muito bem definidas e prazos detalhados. Esta é primeira fase de planejamento do projeto.

Conforme o diretor de departamento da Coordenadoria de Planejamento (Coplan), Flávio Pinto, a proposta é que nesta primeira onda de projetos “nós possamos abrir os projetos estratégicos e delimitar as entregas de cada um deles ao longo destes dois anos de gestão. Nesta primeira etapa o prazo para entrega é até 3 de março. Logo após, o presidente fará a primeira grande reunião com os coordenadores. A partir daí nós faremos reuniões sistemáticas com os coordenadores para acompanhar o passo a passo da execução”.

Janã Pinheiro-TJMT

premium

Ler Anterior

Barra do Garças prorroga inscrição para juiz leigo

Leia em seguida

Direção de presídio realiza operação e suspende visitas de advogados nesta segunda

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *