Com sete indicações, Taborelli pode beneficiar o município de Rondonópolis

O deputado estadual Pery Taborelli (PV), apresentou sete indicações que vão contemplar a região sul do Estado de Mato Grosso. As proposições atendem as demandas de infraestrutura, segurança e mobilidade urbana do município de Rondonópolis (215 km da capital).

Das proposições o parlamentar indicou ao secretário de Estado de Cidades, Eduardo Chiletto, a reforma e revitalização das praças dos Carreiros no Centro da Cidade e a do Conjunto São José, assim como, a construção de uma quadra de esportes no bairro São Francisco.

O deputado também apontou ao secretário de Segurança Pública, Mauro Zaque, a necessidade da criação de unidades de fiscalização composta por integrantes do Batalhão de Trânsito e Batalhão Ambiental nas MT’s – 130 e 270 que liga os municípios da região. “Essa medida de fiscalização vai contribuir para diminuir o índice de criminalidade, haja vistas que as MT’ 130 e 270 são usadas como rota de fuga de criminosos”, justificou.

Preocupado com a segurança dos trabalhadores do transporte durante o escoamento de produtividade, Taborelli solicitou ao secretário de Infraestrutura e Logística, Marcelo Monteiro, a recuperação e sinalização do Distrito Industrial de Rondonópolis. “A necessidade se da ao grande fluxo de veículos que trafegam por aquele local e a falta de sinalização. Devido à poeira os motoristas têm dificuldade de locomoção”, defendeu.

Das demandas apresentadas pelos munícipes está o pedido de uma área para a prática de esportes automobilísticos, sendo assim, o legislador encaminhou ao secretário de Estado de Cultura, Esportes e Lazer, Leandro Carvalho, a construção de uma pista para os praticantes dessa modalidade.

Pery Taborelli defende que o direito ao lazer é constituído por lei e deve ser assegurado a população. “precisamos oferecer segurança aos nossos esportistas e a garantia de seus direitos respeitados. A população rondonopolitana precisa de um local adequado e com segurança”, destacou.

A sétima proposição foi encaminhada ao governador do Estado, Pedro Taques (PDT) requerendo a criação de uma unidade do Centro Integrado de Operações Aéreas (CIOPER). Taborelli explica que a unidade será responsável pelo policiamento ostensivo, pelo processo aerotransportado, preservando a tranqüilidade pública, como também auxiliar nos resgates e buscas de salvamento.POR ASSESSORIA

premium

Ler Anterior

Comissão de Direito do Trabalho e parceiros oferecem serviços à população dia 4

Leia em seguida

Caixa diverge em informações e professor da UFMT estipula mais R$1 bi para concluir VLT

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *