• 22 de abril de 2021

> Campos de Júlio recebe 1º mutirão do consumidor

Com o objetivo de solucionar conflitos relativos ao direito do consumidor e aproximar a população do Poder Judiciário, a Comarca de Comodoro (644 km a oeste de Cuiabá) realizou o Primeiro Mutirão do Consumidor da cidade de Campos de Júlio (553km a noroeste de Cuiabá), nos dias 29, 30 e 31 de julho.

 

Conforme o juiz responsável pela Comarca de Comodoro, Raul Lara Leite, a iniciativa surgiu quando a Associação dos Comerciantes de Campos de Júlio solicitou um mutirão em razão do alto número de cidadãos que se encontravam em situação de inadimplência no município. “Atendendo ao pedido da Associação e considerando a dificuldade que os cidadãos têm em vir até a comarca, que fica a70 km de distância, resolvemos fazer o mutirão”, contou o magistrado.

 

Para isso, entretanto, foi preciso levar toda a estrutura do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania da Comarca de Comodoro para Campos de Júlio. “Enviamos seis mediadores do núcleo de mediação para o município e os resultados foram excelentes. Das 60 sessões de conciliação realizada, 56 obtiveram acordos. E com os acordos, conseguimos recuperar R$ 140 mil em créditos locais, bem como a solução dos problemas dos consumidores, que “limparam” seus nomes dos cadastros restritivos de crédito”, assinalou Raul.

 

O juiz destacou ainda que a aceitação por parte da população e dos comerciantes foi tão grande que já se planeja fazer outro mutirão. “Em outubro vamos fazer um mutirão fiscal e em novembro outro mutirão do consumidor em Campos de Júlio. Incluímos ainda na programação o município de Nova Lacerda, que vai receber nos dias 19 e 20 de agosto um mutirão de execução fiscal”, informou.

 

“Acredito que a conciliação e a mediação são soluções inovadoras para o problema do congestionamento processual, pois além de resolver os conflitos das partes de forma mais rápida, evita que mais processos sejam judicializados sem necessidade. Somente no Cejusc de Comodoro temos atingido uma média de 80% de acordos”, garantiu o juiz. Coordenadoria de Comunicação do TJMT

premium

Ler Anterior

> Justiça Comunitária atua no Festival de Inverno

Leia em seguida

07/08/2015 – Juiz aponta “falta de zelo” da OAB-MT e extingue ação

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *