• 24 de setembro de 2021

> Calistro garante que vai acionar Grupo Energisa na Justiça por prejuízos provocados com quedas de energia

As ocorrências das quedas de energia se deram durante toda manhã da ultima quarta-feira (02.12), ocasião essa que danificou vários aparelhos elétricos do Poder Legislativo de Várzea Grande, como computadores e ar-condicionado. O valor ainda não foi calculado, mas estima-se ser elevado. Diante do ocorrido, o presidente da Câmara, Jânio Calistro do Nascimento garante que “a Energisa será responsabilizada judicialmente pelos transtornos e prejuízos causados a Casa.”
Revoltado, o presidente complementa: “ficamos mais de meio dia sem poder trabalhar com as frequentes quedas de energia. Além do calor insuportável que passamos as oscilações ainda provocaram queima de alguns dos nossos aparelhos. A Energisa deverá ser acionada na justiça por isso”, ameaçou mais uma vez Jânio Calistro.
Na noite desse o mesmo dia, o presidente usou da tribuna durante sessão ordinária na Casa para reclamar do ocorrido e solicitar dos pares, a elaboração de um convite a ser encaminhado a um representante da Energisa para que este vá até a Câmara explicar o porquê de tanta falta de energia pelos bairros da cidade.
“Alias, a falta de energia já não é mais um problema apenas de cidade. Tem propriedades na zona rural de Várzea Grande e demais municípios que ficam dias sem a energia. Quando se pensava que as coisas iam melhorar, pioraram”, ironizou Calistro.
Vale destacar que a falta de energia elétrica liderança do ranking de reclamações no Procon de Mato Grosso. Em novembro deste ano, o Procon Estadual registrou 2.902 atendimentos. Por meio do Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor (Sindec) foram 2.268 registros, enquanto que pela ferramenta de atendimento online – www.consumidor.gov.br – foram 634 reclamações em Mato Grosso.
No Sindec, o setor “Serviços Essenciais” segue em primeiro lugar em número de registros, com 1.196 reclamações. Liderando o setor está a categoria “Energia Elétrica”, com 493 atendimentos, seguido por “Água e Esgoto”, que teve 398 registros. A terceira posição ficou com “Telefonia Celular”, com 195 reclamações. por Elizeu Silva

premium

Ler Anterior

04/12/2015 – Audiência pública discutirá transferência da Vara do Trabalho de Sapezal

Leia em seguida

04/12/2015 – JULGAMENTO À REVELIA: Gilmar Mendes impede recuo do PT e mantém processo de impeachment

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *