Atuação da Cojesp começa a surtir efeito em Juizado Especial

03/03/2015 – No início do mês de fevereiro deste ano, os integrantes da Comissão de Juizados Especiais (Cojesp) se reuniram e, dentre os vários assuntos debatidos, um começa a apresentar resultado positivo para a advocacia: a redesignação de audiências agendadas para mais de seis meses ou mais no Juizado Especial do Bairro Cristo Rei, em Várzea Grande.

Grande parcela dos profissionais do direito se queixava de que ações protocoladas em janeiro, por exemplo, estavam saindo com audiência de tentativa de conciliação agendadas para setembro e até outubro, o que contraria a celeridade processual objetivada pelo Poder Judiciário de Mato Grosso.

O pedido feito pela diretoria da Cojesp foi endereçado ao Tribunal de Justiça e ao Conselho de Supervisão dos Juizados Especiais no sentido de tomarem providências urgentes a fim de resolver esse problema. Além disso, também pleitearam que o local passe a funcionar em tempo integral, isto é, das 8h às 19h para as audiências de conciliação.

Atualmente, o Juizado Especial do Cristo Rei está sob a jurisdição do juiz Mirko Vincenzo Giannotte.Com Informações OAB/MT

premium

Ler Anterior

Parte não precisa renovar pedido de Justiça gratuita a cada recurso

Leia em seguida

A nova lei anticorrupção brasileira e as empresas privadas

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.