Até dezembro, empresários precisam aderir a sistema de gestão para emitir Nota Fiscal eletrônica

15/08/2016 – Apontado em 2016 pelo portal Exame como um dos aplicativos mais usados por empreendedores brasileiros, o Bling está qualificado para atender os milhares de empresários que, a partir de 1º de janeiro, precisarão recorrer a um sistema de gestão online para emitir Nota Fiscal eletrônica (NF-e), já que a Secretaria da Fazenda (Sefaz) não oferecerá mais esse serviço. Além de simplificar a emissão de NF-e, o software oferece diversas ferramentas que permitem otimizar a gestão empresarial com economia de recursos e tempo.

O emissor da Sefaz é oferecido aos contribuintes desde 2006, mas, segundo levantamentos do órgão, atualmente cerca de 92% das NF-e são emitidas por sistemas próprios implementados nas empresas. Nesse sentido, uma solução prática e econômica para os empreendedores que ainda utilizam o emissor as Sefaz é aderir a um sistema de gestão online (ERP).

Para Sidney Zynger, sócio do Bling, o ideal é que os empresários aproveitem este período de transição para escolher um sistema que atenda às necessidades administrativas do negócio. “Esses 8%, provavelmente pequenos empreendedores que representam uma grande parcela de empresas brasileiras, poderão aproveitar este momento para informatizar a gestão da empresa e se beneficiar das ferramentas que um ERP oferece. Além de emitir Nota Fiscal eletrônica com muito mais agilidade do que pelo sistema da Sefaz, é possível ter controle eficiente de estoque, fluxo de caixa, clientes e fornecedores, por exemplo”, ressalta.

E agilidade é a palavra-chave para descrever o emissor de NF-e do Bling. Por meio do ERP, a emissão do documento é um processo 15 vezes mais rápido do que pelo emissor da Sefaz. Baseado em predefinições, o software faz o preenchimento das Notas Fiscais eletrônicas automaticamente, sem a necessidade de redigitar dados e ainda evita erros de contabilidade. “O Bling se tornou fundamental em nossa empresa para controle logístico, emissão de etiquetas dos Correios e emissão de notas fiscais”, relata Alex Zago, diretor geral da Zona Cerealista.

Além disso, os empresários contam com a segurança de um sistema em nuvem, com dados armazenados em datacenters avançados e com alta disponibilidade. “Ter um ERP integrado à empresa possibilita que os gestores monitorem o desempenho dos diversos setores da empresa, desde o estoque até o faturamento. Tudo isso com dados protegidos e acesso via smartphone”, explica Zynger.

O Bling é um sistema de gestão acessível, que não exige investimentos em hardware e pode ser acessado de qualquer lugar via internet. O ERP automatiza diversos processos, como recebimento de pedido; emissão de NF-e, boletos bancários; expedição de encomendas e acompanhamento de pedidos. O ERP possui diversas opções de planos, mas a partir do Cobalto (R$ 50 por mês), já é possível emitir NF-e. E a empresa ainda disponibiliza 30 dias para teste grátis, assim o usuário pode conhecer as ferramentas do sistema.

premium

Ler Anterior

Audiências de custódia são o caminho para reduzir prisões cautelares

Leia em seguida

Receita paga restituição para 1,9 milhões de contribuintes, veja se receberá

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *