Após recuo nos preços em abril, gasolina e etanol voltam a subir

De acordo com o último Índice de Preços Ticket Log (IPTL), os preços médios da gasolina e do etanol voltaram a apresentar aumentos no início de maio. Os postos comercializaram a gasolina pelo preço médio de R$ 5,747, 0,85% acima do registrado no fechamento de abril. Já o etanol avançou 2,55% e foi encontrado a R$ 4,681.

“Até março, ambos os combustíveis registraram dez aumentos consecutivos, o que foi interrompido pelas taxas de recuo em abril. Neste início de mês, no entanto, os novos aumentos resultaram em valores médios por litro acima dos verificados em março. Na comparação com maio do ano passado, a gasolina começou este mês 43,5% mais cara, e o etanol, 46% acima”, pontua Douglas Pina, Head de Mercado Urbano da Edenred Brasil.

Todas as regiões voltaram a registrar aumentos nos preços no início de maio. O etanol no Sudeste avançou com a taxa mais significativa, de 5,13%. Na Região Norte, mesmo com o menor aumento, de 0,37%, foi comercializado o litro mais caro de todo o território nacional, a R$ 4,820. O etanol mais barato foi encontrado no Centro-Oeste, a R$ 4,397.

Já a maior alta de preços da gasolina foi identificada no Sul, de 1,68%. Ainda assim, a Região registrou o combustível mais barato, a R$ 5,523 o litro. O preço médio mais caro foi comercializado no Sudeste, a R$ 5,866.

No recorte entre estados, São Paulo apresentou o maior aumento de preços do etanol, na comparação com o fechamento de abril, mas também o combustível mais barato do País, a R$ 3,957, alta de 8,20%. Já o Pará registrou o etanol de maior preço médio, a R$ 5,350.

Também no Norte, o Acre apresentou o maior recuo de preços do etanol, de 4,73%. Já o Amazonas registrou a maior redução no valor médio por litro da gasolina, de 2,88%.

A gasolina mais barata do País no início de maio foi encontrada em Santa Catarina, a R$ 5,301. Já o combustível de maior valor médio foi comercializado pelos postos acreanos, a R$ 6,273. O aumento de preços mais significativo foi registrado no Ceará, de 2,49%.

O IPTL é um índice de preços de combustíveis levantado com base nos abastecimentos realizados nos 18 mil postos credenciados da Ticket Log, que tem grande confiabilidade, por causa da quantidade de veículos administrados pela marca: 1 milhão ao todo, com uma média de oito transações por segundo. A Ticket Log, marca de gestão de frotas e soluções de mobilidade da Edenred Brasil, conta com mais de 30 anos de experiência e se adapta às necessidades dos clientes, oferecendo soluções modernas e inovadoras, a fim de simplificar os processos diários.

 

Fonte: RPMA Comunicação /Anselmo Penha/ Foto: Reprodução

Rocha

Ler Anterior

MUDANÇAS À VISTA: Conselho Federal da OAB adia votação sobre regras de publicidade para advocacia

Leia em seguida

OAB-MT defende no CNJ instauração de processo disciplinar contra magistrado que violou prerrogativas da advocacia

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *