Advogado Almino Afonso encabeça lista sêxtupla para vaga de desembargador

05/02/2015 – O ex-conselheiro nacional do Ministério Público (CNMP) Almino Afonso recebeu 28 votos para compor a lista sêxtupla para concorrer à vaga de desembargador do Tribunal Regional Federal (TRF) da 1ª região.

A vaga, destinada aos advogados pelo Quinto constitucional na Corte, foi aberta em decorrência da aposentadoria do desembargador Carlos Olavo Pacheco de Medeiros.

Concorreram 16 advogados dos estados de Acre, Amapá, Amazonas, Bahia, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Minas Gerais, Pará, Piauí, Rondônia, Roraima e Tocantins e o Distrito Federal.

Cada bancada, formada por três conselheiros de cada estado, vota em seis nomes. Almino Afonso recebeu votos de praticamente todas as bancadas, com exceção do Pará. Além disso, obteve votos também de dois conselheiros que ocupam cargo vitalício.

Representando Mato Grosso estavam os três conselheiros federais: Oswaldo Pereira Cardoso Filho, Cláudio Stábile e Duilio Piato Júnior. Estavam presentes também durante a votação os ex-presidentes da OAB-MT Francisco Faiad e Ussiel Tavares, o atual presidente Maurício Aude, o presidente da Caixa dos Advogados Leonardo Campos e os ex-conselheiros José Guilher e Francisco Sgaib.

A lista sêxtupla é enviada agora ao TRF, que vai escolher três nomes para enviar a presidente Dilma Rousseff.

Além de Almino Afonso, compõem a lista os advogados Gerson Ney Ribeiro Vilela Júnior, com 25 votos, Diego de Paiva Vasconcelos, com 25 votos, Hércules Fajoses, com 23 votos, Evandro Catunda de Clodoaldo Pinto, com 21 votos, e Marcelo Porpino Nunes, com 21 votos.

premium

Ler Anterior

Poderes defendem pacto por Mato Grosso

Leia em seguida

OABMT reivindica defensor público para atuar em Tapurah

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *